TOPO
Gastronomia

Sopas de inverno

Julho está acabando e o sol aparece e se esconde, mas o certo é que nosso frio ameno nos leva a consumir sopas e, assim,  reuni quatro dicas de lugares onde elas acalentam nossa alma nessa época, embora nordestino ame os caldos até no café da manhã, vide a sopa de carne com legumes da Galega, comercializada na pista da cidade de Paripueira. Ela vende tudo, não sobra nem um fio de macarrão para contar história.

Sopa de legumes da Galega, tradição do café da manhã. Nos finais de semana e feriados na AL 101 Norte, na cidade de Paripueira, fique atento à placa da Padaria Big Pão.

Vamos de sopa:

Variedades de sopas e caldos no café do Anamá

Anamá – Um dos lugares que gosto de tomar sopa é o café do Anamá. São 11 sabores e, claro, não provei todos, até porque a minha predileta é o caldo verde feito de batata triturada, couve, calabresa e bacon. Consistência cremosa, eu sugiro adicionar fios de azeite, torradas ou pão e está tudo certo. Mas tem sopa de feijão com carne assada, sopa de tomate seco com carne assada, caldo de cenoura, caldo de abóbora com gorgonzola, capeletti com frango, ervilhas com carne do sol, canja de galinha, vegetais e de legumes. Lembrete: são três sabores por dia. Tem as opções de meia sopa para quem deseja comer tapioca, macaxeira,cuscuz… Anamá – Av. Silvio Carlos Viana, 2501 – Ponta Verde, Telefone: (82) 3305-4405

Sopas com pão francês é um dos destaques da cozinha do Mestre Cuca

Mestre Cuca – A diversidade do buffet do café regional do Mestre Cuca, do chef Thiago Falcão, é uma tentação, mas invista na ganja de galinha, é muito boa. Ela é um caldo grosso com arroz (tipo uma massa) batatas (trituradas com o caldo) e frango desfiado. Perfeita. Uma tradição do Mestre Cuca é misturar dois tipos de sopa. Aprovei o casamento da canja com a de brócolis (ótima). Para acompanhar, mini pão francês. Lá também tem mungunzá quentinho e dos bons. Mestre Cuca – Rua  Dep. José Lages, 453 – Ponta Verde, Telefone: (82) 3327-1970

A canja do Recanto da Macaxeira é cremosa, com batata, cenoura e arroz

Recanto da Macaxeira – Das que provei pelas minhas andanças de bar em bar, restaurante em restaurante, a sopa do Recanto da Macaxeira é maravilhosa. O pequeno empreendimento é comandado por Marcos da Silva e de sua amada Dayse. No restaurante, são servidos dois tipos: uma de feijão (carioca) e uma de legumes com carne, ambas acompanhadas por torradas. O sabor é bem caseiro e são feitas com carne magra (não tem gordura), tendo como tempero sal, pimenta-do-reino, coentro, cebola e tomate; simples assim. Para agregar mais sustança, macarrão quebradinho, carne, batata, cenoura e chuchu em pequenos pedaços. Resultado cremoso e aquele sabor de mãe. Recomendo até de olhos fechados…Recanto  da Macaxeira: Artur Charles Dorvillé, 284 – Jatiúca, Telefone: (82) 99961-0362

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.