TOPO
Gastronomia Mais lidos

Cocada da Sueca, campeã de maio

A preferência do padre Fábio de Melo pela cocada de forno do Sueca Comedoria ganhou uma legião de fãs e foi a postagem mais acessada com 2.744. Em segundo lugar, os pasteis da dona Geo, tradição do bairro do Poço, com 2.363. Na terceira posição,  os quitutes venezuelanos de Leyla Lyra com 1.738 acessos. Vamos recordar:

Sueca Comedoria

Cocada de forno, uma das sobremesas mais querida da Sueca

A história de amor do padre Fábio Melo com o restaurante Sueca Comedoria é de longas datas, desde 2006 é fã casa, que conheceu a convite da irmã Sandra. Foi almoçar no restaurante e se apaixonou pela cocada de forno. “Sempre fazemos o camarim dele com o peixe cioba grelhado, purê de batata, salada e a novidade do palmito com geleia de damasco que também entra no cardápio”, conta Luzinere Vergetti, uma das sócias da Sueca Comedoria.

A cocada de forno é uma das delícias da família Vergetti. Leva coco, leite condensado, ovos e queijo parmesão. Além do padre Fábio de Melo, o doce tem muitos seguidores todo santo dia.

Sueca Comedoria: Avenida Dr. Antônio Gouveia, 1103 – Pajuçara- Telefone: 3327.0359 – Aceita-se cartões

Dona Geo

Dona Geo no seu quintal também gosta de cultivar plantas e flores

Pelas curtidas no meu instagram (@nidelins) sobre “Quarta do Pastel de dona Geo”, logo percebi que mais uma vez a dama da gastronomia alagoana estaria entre os três mais acessados. Dona Geo é muito feliz na sua pequena lanchonete que não tem placa e nem cadeiras, mas todo mundo ama os lanches preparado pela alagoana. Nessa minha visita, levei uma toalhinha de filé para fazer novas fotos dos pasteis com sucos.

Os sucos de dona Geo são perfeitos. A receita do sucesso são frutas que ela mesmo seleciona para preparar sucos bem espessos. Os sabores são maracujá, graviola, goiaba, cajá, acerola e manga. Todos são bons, tanto que na lanchonete os refrigerantes não vendem muito. “Tenho clientes que encomendam para reunião, eventos e festas”, diz dona Geo. Se não quiser com açúcar é só avisar.

Os melhores suco da cidade e os pasteis de carne de dona Geo

Aposentada pelos Correios, hoje, aos 85 anos, dona Geo continua com o auxílio luxuoso da filha Maria Carmen e da secretária Cicera Maria.

Pastel da Geo – Avenida Walter Ananias, 893 -Jaraguá – Telefone: 3231-1377 – antes (direção Jaraguá/praia da Pajuçara) da Policia Federal- vizinho a Nordeste Auto. Não aceita cartão. Funciona de segunda a sexta das 8h30 as 12h00 e das 14h30 as 17h30/ Sábado das 7h30 até 12h

Mais dona Geo: Pão seda sempre novinho e recheio de carne

Hola Tequenhos

“Pasteilitos” com a massa tradicional de tequenhos

O casal de venezuelanos Leyla Lyra e German Rodrigues aterrissou na praia da Jatiúca com o carrinho “Hola Tequenhos”. Os tequenhos são quitutes latinos feitos​ à base de farinha de trigo, manteiga, ovo, sal e açúcar. Lembram um bastão de massa crocante com recheios doces e salgados. Para se adaptar aos sabores do nordeste, o queijo coalho e camarão são presença marcante nos petiscos.  Segundo conta Leyla Lyra, formada em gastronomia em seu país, os tequenhos são como o brigadeiro e não podem faltar nas festas.

A mesma massa do tequenho também rende os “pasteilitos”, petiscos redondos nos sabores de carne, frango catupiry e Romeu e Julieta (queijo coalho com goiabada). Também vale provar o cachorro quente venezuelano. Ele tem suas particularidades: a salsicha é enrolada com bacon e servido com salada de repolho e cebolinha, queijo prato maçaricado e o molho típico da Venezuela, a guasacaca, a base de coentro e salsa.

A salsicha do cachorro quente vem enrolada com bacon e servido com salada de repolho e cebolinha,

Los Tequenhos: Praia da Jatiúca (Barraca O Caranguejão) – Telefones (82)99999.4580/ 99999.4930/ Funciona de quinta a domingo, das 17h até as 22h

Tequenhos com recheio doce ou salgado, tradição da Venezuela na praia da Jatiúca

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.