TOPO
receitas

Língua alagoana virou celebridade

A língua na gastronomia é discriminada, muita gente torce a cara para ela, as vezes é preciso omitir a sua origem para ser degustada, mas estava escrito nas estrelas que ela viraria celebridade ao lado do cuscuz. E assim aconteceu nas panelas alagoanas do chef Rodrigo Aragão  para o programa É de Casa, a língua, literalmente, foi a  mais falada no sábado (16).

A carne falada e escrita  ganhou um novo papel na história a partir da sugestão do meu blog. É que o chef Rodrigo tem no cardápio sanduíche de língua, que foge à receita mais tradicional, feita ao molho de tomate. E como eu não queria comer no pão, pedi a iguaria no cuscuz, ele fez, claro, amei e implorei para queesse prato fosse colocado no cardápio. O chef resistiu, mas no dia seguinte me ligou: “vou colocar no cardápio e será Língua da Nide”, logo fez sucesso, tanto, que o jornalista e apresentador Zeca Camargo comeu, gostou e assim convidou Rodrigo para preparar esse prato no programa É de Casa.

O sanduíche de língua com glacê de carne, tomate tostado, rúcula e picles de maxixe do chef Rodrigo Aragão

O quilo da língua custa em média R$ 10,00, o ingrediente simples e com bom custo beneficio, ganhou molho de carne e é lindamente escoltada pela  farofa de cuscuz, que até leva feijão verde. O bacana é saber que a cozinha alagoana, há muito tempo deixou de ser coadjuvante no cenário nacional e com identidade própria está conquistando o Mundo.

Jantar para o jornalista Zeca Camargo, além do Rodrigo teve comidinhas dos chefs Wanderson Medeiros , Thawã Calixto, Thiago Brandão e da dupla Flávia Soares e Mariana Bernades. O encontro no restaurante Da Veneto do Thiago

Preços: a partir de R$ 6,00/ Língua da Nide – R$18,00/ Aceita-se cartões

Funciona de quarta a segunda das 17h30 às 23h/ Av Antonio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa) 124 A/ Telefone: (82) 3377-5568

Receita da língua com cuscuz

Receita

Ingredientes – Língua Bovina

1 língua limpa (+/- 700 gramas)

150 mililitros de vinho branco seco (½ xícara de chá + 2 colheres de sopa)

200 mililitros de água

2 ramos de alecrim

Sal a gosto

1 fio de manteiga de garrafa

Modo de Preparo – Língua Bovina

Na panela de pressão, coloque a língua, o vinho branco, a água, o alecrim, sal a gosto e cozinhe em fogo baixo por 40 minutos após pegar pressão. Apague o fogo, retire a pressão, transfira a língua para uma tabua e fatie.

Coloque as fatias de língua em uma frigideira em fogo médio aquecida com manteiga de garrafa. Deixe por 3 minutos (vire na metade do tempo para dourar o outro lado), apague o fogo e sirva com o caldo de carne e o cuscuz.

Ingredientes – Caldo de Carne

700 gramas de mocotó

1 ½ xícara (chá) de cenoura com casca cortada em fatias finas e cortada ao meio (160 gramas)

½ cebola com casca fatiada (1 xícara de chá)

8 dentes de alho com casca cortados ao meio

25 gramas de talos salsão com as folhas (½ xícara de chá)

½ xícara (chá) de folhas de alho poró cortadas em tiras (40 g)

400 gramas de tomate cortado em cubos

2 litros de água

Modo de Preparo – Caldo de Carne

Em uma assadeira baixa coloque o mocotó e leve ao forno pré-aquecido a 250° C por 40 minutos ou até dourar. Retire do forno e reserve.

Em uma panela de pressão em fogo médio, coloque a cenoura e doure por 3 minutos. Acrescente a cebola, refogue por 2 minutos, junte o alho e doure por 1 minuto. Adicione o salsão, o alho poró, misture e junte o tomate. Misture e despeje a água. Coloque o mocotó assado, tampe a panela, abaixe o fogo e cozinhe por 40 minutos após pegar pressão.

Apague o fogo, retire a pressão, passe por uma peneira de inox, coloque o caldo em uma panela e reduza por 40 minutos em fogo baixo ou até engrossar. Apague o fogo e reserve.

Ingredientes – Cuscuz

150 gramas de farinha de milho flocada (1 1/3 xícara de chá)

Sal a gosto

100 mililitros de água fria

1 fio de manteiga de garrafa

½ folha de couve rasgada grosseiramente

½ pimenta de cheiro sem sementes picadinha (1 colher de chá)

50 gramas de abóbora em cubinhos (½ xícara de chá)

50 gramas de feijão verde cozido (1/3 xícara de chá)

50 gramas de queijo de coalho cortado em cubos pequenos (1/3 xícara de chá)

Cebolinha fatiada a gosto

Folhas de manjericão roxo para decorar

Modo de Preparo – Cuscuz

Em uma tigela, coloque a farinha de milho flocada, o sal, a água, misture bem e deixe hidratar por 5 minutos. Coloque a farinha de milho hidratada em uma cuscuzeira com água e leve ao fogo médio por 4 minutos após a água começar a ferver. Transfira para uma tigela, espalhe bem e deixe esfriar. Reserve.

Em uma panela em fogo médio aquecida com manteiga de garrafa, coloque a couve, a pimenta de cheiro, a abóbora, o feijão verde e refogue. Junte a farinha de milho hidratada, o queijo coalho e misture bem. Apague o fogo, salpique cebolinha a gosto e sirva com a língua bovina.

Vó Alice inspiração do chef Rodrigo Aragão da Ôxe, Comidas Nordestina

«

»

1 comentário
  • fogaça
    2 meses Atrás

    Tenho acompanhado seu blog / site e tem me ajudado muito. Obrigado por compartilhar tanta informação valiosa, vou compartilhar aqui.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Quando dei a primeira paquerada no bufê da Casa do Chef, logo encontrei o tutu à mineira. Alguns clientes do restaurante chamam de pirão de feijão. Pois bem, ter esse prato no cardápio era um forte indício de que na cozinha do restaurante deveria ter um mineiro, uai. E tem mesmo: a família do chef Rafael Gendiroba. Mas o cardápio é variado, com franguinho grelhado, costelinha de porco, bife de panela, feijoada, carneirinho, saladas …
Saiba mais no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/24/muito-alem-do-pirao-de-feijao/
Bufê sem balança: R$15,00 uma proteína/ R$ 18,00 duas proteínas / Aceita-se cartões
Funciona de segunda a sexta-feira das 11h00 até 14h30
Rua Professor Francisco Cândido de Mendonça, 55 – Gruta de Lurdes (próximo a Unilab)
  • O ravióli do restaurante Veneto Trattoria (@davenetotrattoria) é produzido na própria cozinha do chef Thiago Brandão (@tbrandaos), e o frescor conquista o paladar seja na versão chocolate ou com queijo do reino. Como dizem, a massa é a cereja do bolo. Confira no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/22/ravioli-do-chef-thiago-brandao-e-amostrado/
#dicadanide #paradois #maceio #italiano #pontaverde #restaurante
Da Veneto Trattoria
Preços: Entradas de R$ 10,00 até R$62,00/ Pratos principais: de R$ 38,00 até R$ 68,00
Rua José Freire Moura, 255 – Ponta Verde/  Telefone (82) 3013-0812 Terça a Sábado, das 18h30 às 23h30/ Sexta-feira das 12h até as 15h/ Domingo das 11h30 às 15h00
  • Brasília até a próxima...
  • BRASÍLIA está mais saborosa. É que nesta quarta-feira, 22, os chefs do Senac Alagoas, @harricicero @edvaqueiroz @chris67  prepararam um almoço bem alagoano. Nas panelas entrou camarão, macaxeira, mariscos, coco, manga, carne de sol, carneiro...
@geilsamartinsrocha @analuizapenedo @claudiapessoabsm @fecomercioal @telmamribeiro @senacalagoas
  • Terça-feira, dia 21 de maio, acordei com saudades do meu Sertão alagoano, que tanto amo. Em cada viagem pelas cidades alagoanas faço meu registro de lugares com comidinhas que confortam o corpo com alegria, e são temperados com histórias de gente empreendedora. Então, sigam as minhas dicas em Delmiro Gouveia, Piranhas, Olho D'do Casado, Monteirópilis e São José da Tapera, e vamos ser felizes. Confira no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/21/bateu-saudades-do-sertao/
Foto do @espacoangicos
#dicadanide #alagoas #turismo #sertao #piranhas #olhodaguadocasado #saojosedatapera #monteropolis
  • Minha Maria Bonita virou uma estrelinha. Agradeço de coração a todos que me ajudaram a lutar pela vida dessa gatinha que gostava de ser artesanato e eu amava e ainda amo.
  • Maria Bonita conseguiu um doador, Luke, um jovem gato de 02 anos. A transfusão foi realizada com sucesso pelo doutor @vetfilipe e minha Maria Bonita, uma senhora de 12 anos, continua na luta pela vida. Ela retirou um tumor no intestino . GRATA a todos que vieram doar vida. Na foto, a mãe do Luke @islania_queiroz. GRATIDÃO
  • As @geleias.dorancho vieram de Arapiraca para meu doce lar e trouxeram doçuras.
#dicadanide #edecasa #artesanal #Arapiraca #alagoas