TOPO
Destaques turismo alagoano

Viva os cânions do Velho Chico

Quem já fez o passeio pelos Cânions do Rio São Francisco sabe que a paz navega a nosso favor. Mas os cânions não se resumem apenas ao passeio de barco, vão muito além! É caminhar pelo casario histórico de Piranhas, saborear o sorvete de rapadura do Engenho São Lourenço em Água Branca, visitar os ateliers dos artistas no povoado da Ilha do Ferro, em Pão Açúcar, e assistir ao espetáculo dos cânions dourados em Olho D’Água do Casado; é uma declaração de amor ao nosso mar doce, carinhosamente batizado de Velho Chico.

Espetáculo dos cânions dourados em Olho D’Água do Casado com os músicos com reportório de Luiz Gonzaga

Em dezembro de 2021 durante três dias, participei da expedição “Viva os Cânions do Velho Chico”, não calculei o tempo em que naveguei de barco (acho que mais de 10h), entre as cidades alagoanas (Piranhas, Delmiro Gouveia e Olho D’Água do Casado) e as sergipanas (Canindé de São Francisco e Poço Redondo), onde me joguei de coração aberto no Rio São Francisco, melhor terapia do mundo. Vou contar a vocês a experiência no nosso mar doce, começando por Delmiro Gouveia, onde em 2012 a chegada do restaurante Ecológico Castanho, mudou o rumo da história do turismo alagoano, que é além de sol e mar.

Castanho: Pousada e restaurante na reserva da caatinga

Entenda: viajei a convite do Sebrae Alagoas que, em parceria com o governo do Estado, prefeituras e empresários, visa fortalecer os destinos turísticos do “Viva os cânions” para fomentar o roteiro cultural, ecológico, e gastronômico entre Alagoas e Sergipe. E arrume as malas, porque na região tem mais de  três mil leitos para a gente mergulhar no mundão do Velho Chico.

Detalhe do restaurante Castanho em Delmiro Gouveia

Nossa primeira parada é Delmiro Gouveia, e vou explicar o porquê!

Visitei os cânions do Velho Chico no ano de 2000, no karrancas no lado Sergipano. Mas em 2012, o empresário Eliseu, famoso Leleu, que cresceu e nasceu nos cânions do Rio São Francisco, investiu no turismo com o restaurante Castanho e o catamarã Menestrel de Alagoas. A partir daí, o turismo chegou a Delmiro Gouveia e se expandiu pelo Olho D’Água do Casado, ponto de embarque para navegar pelas formações rochosas.

Detalhe do apartamento da Pousada Castanho na reversa da caatinga

Castanho: Pousada e restaurante

Desde 2012, quando eu conheci o restaurante Castanho, uma reserva da caatinga em Delmiro Gouveia, cercada pelo Rio São Francisco (lembra uma ilha), pensei: “uma pousada aqui seria um sonho”. E em setembro 2019 nasceu a Pousada Castanho, com nove apartamentos. A pousada é mais requisitada da região, porque sua localização é privilegiada acordar com os pássaros e, literalmente com os pés no rio e contar as estrelas.

O Restaurante Ecológico Castanho,  com seus 1.500 hectares de caatinga preservada, funciona todos dias com passeios pelos cânions do Rio São Francisco, tem trilhas catalogadas, , enfim, toda a beleza do sertão alagoano num lugar só. E agora com a pousada para quem deseja ficar uma temporada no paraíso sertanejo.

Restaurante Castanho, uma benção do Rio São Francisco

Passeio pelos cânions: Todos os dias: 9h saída pelo restaurante Castanho/ 10h30 saída pela Praia Dulce em Olho D’Água do Casado

Maria Fumaça: Em Delmiro Gouveia tem chope artesanal Maria Bonita, cafés e comidinhas

Maria Fumaça: Em Delmiro Gouveia tem chope artesanal Maria Bonita, cafés e comidinhas, como o camarão jangadeiro de Delmiro, no Bistrô Maria Fumaça (@mariafumacabistro), no jardim do Museu Regional Delmiro Gouveia. Adorei a proposta, a gente visita o museu do cearense que trouxe luz e progresso para Nordeste, come super bem, refresca o calor com chope artesanal gelado, e ainda tomar um bom café . Funciona de terça a domingo, das 15h até às 22h, quartas e quintas até 23h, e nas sextas e sábados até 24h/ Av. Castelo Branco, 591, Delmiro Gouveia.

Bristol Aline Hotel ideal para desvendar as belezas do sertão alagoano

O hotel é moderno e confortável, o Bristol Aline tem  piscina, restaurante e bar,  é estratégico para quem deseja conhecer as cidades vizinhas de Piranhas, Água Branca, e os Cânions do Xingó. São 109 apartamentos e ótimo café regional. Bristol Aline: AL-145, Lote 14, Delmiro Gouveia/   Telefone (82) 3641-5660

Viva os cânions do Velho Chico

«

»

1 comentário
  • Sivoneide Maria Silva Ramos
    5 meses Atrás

    Estiver em Piranhas e min apaixonei pelo velho Chico, UM Turismo maravilhoso

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.