TOPO
Botecos Destaques

O caminho das Ostras

O lugar é pequeno, simples, e tem transmissão de jogos para os amantes de futebol. Batizado de Ostreiro Beer, a casa é dedicada às ostras frescas e grelhadas, além de outros petiscos como a cebola recheada com camarão, a queridinha dos fãs do boteco. Duas pessoas já tinham me convidado para ir ao bar, porém uma coisa e outra, eu acabava adiando a visita, depois, a jornalista Natália, frequentadora assídua do recinto, fez uma intimidação e claro, fui lá conferir as ostras frescas e grelhadas e até o caldinho do molusco é muito bom.

Então, vamos à dica do Ostreiro Beer comandado pelo casal Alyson Daniel e Tamara Cavalcante.

Ostras grelhadas com queijo

Queijos – Para quem não curte as ostras cruas, tem as opções no vapor e as grelhadas com cinco tipos de queijos: parmesão, do reino, provolone, gorgonzola, queijo brie com geleia de pimenta, claro, o cliente escolhe o tipo de queijo que quer.

Ostras depuradas são conservadas no aquário e servidas frescas

Natural – As ostras são depuradas, ou seja, passam pelo processo de limpeza e ficam em aquários; as frescas são boas, apenas precisam de um pouco de limão, azeite, e o sal do mar já as tempera.

Bom: caldinho de ostra

Bom – O caldinho de ostras foi a grata surpresa, o molusco vem em pequenos pedaços no caldo volumoso de coco com creme de leite e temperos. Por semana são consumidas 200 ostras apenas para essa iguaria.

Nota 10 para o caldinho de feijão

Diversidade – Mas nem só de ostra vive o bar, invista no caldinho de feijão (mulatinho) escoltado por charque, ovo de codorna, coentro e milho verde. Perfeito.

Cebola recheada com camarão

Cebola – O camarão é todo trabalhado no leite de coco e creme de leite e, em seguida, vira recheio da cebola branca. Resultado, as pétalas da cebola absorvem o molho do crustáceo, deixando-o macio e sem a acidez do legume.

Casal de empreendedores do Ostreiro Beer, Alyson e Tamara abriu o bar com foco nos frutos do mar

Trajetória: Alyson Daniel é pernambucano e Tamara Cavalcante alagoana, ambos apaixonados e com garra de empreendedores, resolveram abrir o bar especializado em ostras e frutos do mar. Osteiro Beer tem três anos de vida.

O casal carrega a tradição das famílias que amam cozinhar, mas coube à Tamara exercer a labuta no fogo e fogão. Mesmo sem frequentar escola de gastronomia, a alagoana manda bem, tem tempero leve e comida boa. E ponto para a simpatia do casal.

Pasteis de carne do Ostreiro Beer

Rota Ostreiro Beer

Ostra (unidade crua): R$3,80/ Ostras gratinadas de R$ 24 até 42,00/ Aceita-se cartões

Funciona de terça a sábado, das 11 até meia noite/ Domingo a partir das 16h

Av. Paulo Falcão, 1550 – Jatiúca/ Telefone: (82) 2025.6114

«

»

1 comentário
  • Antonio de Padua
    6 meses Atrás

    Muito saber desta casa especializada em ostras, porém achei os preços altos, caríssimos, mas vou lá assim mesmo.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Lancinho de tarde: Falafel bolinhos fritos de grão-de-bico com especiarias do @falafel_do_egito. 
#vegano #vegetariana #dicadanide #maceio #alagoinhas #pontaverde #foodtruck
  • A convite do jornalista e apresentador, @wilsonjunioral, do programa Balanço Geral, da @tvpajucara , visitei o famoso Nado’s Bar para provar a ova de peixe e o caldinho de galinha. No último tempo, também degustei a galinha velha guisada, por sinal, danada de boa. O recinto é simples e tem comidinha primorosa sob o comando do casal Josinaldo, conhecido como Nado, e Maria do Socorro dos Santos. A casa fica  no bairro da Ponta da Terra.
Rua Dona Alzira Aguiar, 269 – Ponta da Terra (terceira rua por trás do Bompreço da Pajuçara)/ Telefone: 98877.3458
http://www.nidelins.com.br/2019/06/14/ova-de-peixe-da-ponta-da-terra/
  • O chef @rodrigoaaragaoal adotou o cuscuz de arroz do Luiz, e elaborou uma farofa com tomate, cebola, pimentão, pimenta biquinho com camarão no molho de tomate, lembrando a receita do Bar das Ostras. Onde: @lalirestaurante
Av. Dr. Antônio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa), 172 – Jatiúca
  • Quando menina, gostava de comer charque cru. Depois, entrevistando o chef Rodrigo Aragão, descobri que ele também fazia a mesma coisa. E assim, a cozinha vai se enchendo de lembranças boas. O alagoano criou o carpaccio de charque, que ele mesmo produz no seu Restaurante Lali.
http://www.nidelins.com.br/2019/06/13/carpaccio-de-charque/
  • O novo restaurante Kawamura, de cozinha japonesa, além do lamén (sopa oriental), tem a comida do dia a dia da cozinha da família japonesa da Maki. A chef tem uma linda história de amor com Akira Takada Tani. Confira no meu blog:http://www.nidelins.com.br/2019/06/12/paixao-japonesa/
#dicadanide #maceio #cozinhajaponesa
  • O céu não é o limite, principalmente para a confeiteira @sandyfarias, da Le Brulé (@lebrulecafeteria) que, no próximo sábado, lança croissants doces, muito doce, junto com a sócia  Andréa Pessôa (@deapessoa) . Na versão sobremesa, o pão tipicamente francês vem com fios de caramelo, flor de sal, brigadeiro brulé, farofa doce de castanha de caju e sorvete de creme da Bali.
http://www.nidelins.com.br/2019/06/11/croissant-doces/
  • Gente do céu, a receita do bolo de banana sem glúten, sem lactose e sem açúcar, continua na parada de sucesso. De novo, ele ganhou o primeiro lugar com 13.825 acessos no blog. Em segundo lugar ficou a trilha de pasteis de Alagoas com 5.414. Em terceiro, a Acarajé da Luz do Restaurante Cambito com 4.231
http://www.nidelins.com.br/2019/06/10/bolo-da-banana-tri-campeao/
  • #Repost @wilsonjunioral (@get_repost)
・・・
Eu e a amiga caçadora de sabores Nide Lins..... Pelos Botecos da Vida !!. Bar do Nado's na Tv. Dona Alzira Aguiar, 265 - Ponta da Terra. Destaque para Ova de peixe e caldinho de frango ..... 👏👏👏👏👏😊😊