TOPO
Destaques

Bode virou croqueta

O bode é estrela nordestina, e no Sertão, vige Maria, é o tal, presente nas festas, casamentos, batizados, noivados e até como prêmio em partida de futebol. Mas um certo dia, o chef alagoano, Antônio Mendes (@antoniomendes01), aprumou o bichinho numa versão chiquérrima, croquete de bode. Ele vem numa “pompa”… É um delicioso bolinho com massa de macaxeira e batata inglesa, temperado no caldo do bode com pimenta, alho, páprica, e finalizado com coroa de maionese de queijo manteiga. Valei-me, meu Padim Ciço! Agora desejei, e você? Então, vamos partir para cidade de histórica de Piranhas, precisamente no restaurante Nalva (@nalvacozinhaautoral) porque lá a comida é boa.

Para o sucesso da croqueta, tem que ter o fornecedor certo do bode, que, segundo o chef, é uma carne mais branca e com menos teor de gordura. “Deixo marinando por 24 horas em temperos preparados na casa. Depois cozinhamos a baixa temperatura, desfiamos e recheamos as croquetas com a carne bem macia e suculenta”, detalha o chef, que serve a iguaria com maionese de queijo manteiga. A parte vai catchup de rapadura.

Croqueta de bode com maionese de queijo manteiga. Foto: @ruinagaefotografia

Croqueta é uma das entradas do restaurante, mas como ainda não estou podendo aventurar pelas cozinhas, coube ao casal de jornalistas Tay (@taymouram) e Tuku Moura (@tukumoura), do @vagarosalente (que está vivendo uma temporada na cidade de Piranhas), comer no meu lugar. “Pela gastronomia, conceito e atendimento, nos tornamos tão fãs do Nalva que, além de indicarmos a vários amigos, fomos cinco vezes”, contou a jornalista. Então vamos as dicas deles:

Acarajé sertanejo (entrada)- Bolinho de feijão verde com carne de sol desfiada. Foto: @vagarosalente

“Acarajé sertanejo (entrada)- Bolinho de feijão verde com carne de sol desfiada, vinagrete fininho, maionese de pimenta de cheiro e molho de pimenta caseira. Bolinho de massa cremosa, que funciona em perfeita harmonia com o salgado da carne e o leve azedinho da vinagrete. Para quem gosta da versão mais quente, a pimenta caseira é forte e muito saborosa. Merece o título de Acarajé Sertanejo, sim!

Sobrecoxa de frango com farofa de cuscuz com bacon, cebola assada e maxixe em conserva. Foto: @ruinagaefotografia

Franguinho da Roça (principal): Sobrecoxa de frango com molho de galeto assado, farofa de cuscuz com bacon, cebola assada e maxixe em conserva. Definitivamente, a melhor receita de cuscuz que já provamos. Aqui, o prato típico nordestino feito com farinha de milho ganha um sabor especial com o toque do bacon e quando se mistura ao molho do galeto, fica absurdamente delicioso. O franguinho vem macio e bem temperado, no ponto certo. Destaque ainda para o maxixe agridoce em conserva, uma grata surpresa.

Arroz caldoso de ragú de costela com ovo frito, salada cítrica de rúcula, farofa de pão e costela glaceada no barbecue de rapadura. Foto: @vagarosalente

Arroz de costela (principal): Arroz caldoso de ragú de costela com ovo frito, salada cítrica de rúcula, farofa de pão e costela glaceada no barbecue de rapadura. Como bons amantes de costela, esse prato nos conquistou. Molhadinho e bem temperado, ganha crocância com a farofa de pão e um toque agridoce regional com o barbecue de rapadura. Impecável.

Torta de queijo manteiga com goiabada artesanal levemente apimentada. Foto: @vagarosalente

Casamento matuto (principal): torta de queijo manteiga com goiabada artesanal levemente apimentada. É tão boa que até repetimos a pedida numa segunda visita. Para quem ama misturar doce com salgado, é o mundo perfeito. Lembra o sabor de cheesecake de goiabada, mas tem mais personalidade.

Torta trio de chocolate com caramelo salgado. Foto: @vagarosalente

Sobremesa da Cycy: torta trio de chocolate com caramelo salgado.  Esse doce é pra nenhum fã de chocolate colocar defeito. Uma torta cremosa e com sabor do chocolate mais amargo, que se funde ao caramelo salgado para uma combinação ímpar e inesquecível”.

Bom, agora é só ir até Piranhas e conferir as dicas do Vagarosamente, que assino embaixo.

Chef Antonio com seu Nalva inspirado nas tradições e cheio de inovações

Trajetória – Nalva é uma homenagem avó do chef Antônio Mendes, a mulher que inspirou o bom rapaz a enveredar pelo mundo da cozinha. Da avó, o chef guarda as melhores lembranças afetivas, como o bolinho de feijão verde com farinha de mandioca e carne do sol. “Ela fazia os bolinhos na mão, recheava com a carne do sol e dava para os netos comerem”, recorda.

“Acredito que Piranhas me escolheu antes de eu escolhê-la”, disse o chef depois de participar de alguns eventos no semi árido nordestino, a convite do Chef Timóteo Domingos, onde sempre era desafiado a preparar pratos com ingredientes nativos da caatinga nordestina, principalmente cactos e bode, produtos que ele não tinha nenhuma familiaridade antes dos convites.

Fachada do restaurante Nalva na cidade histórica de Piranhas. Foto: @vagarosalente

Em um desses evento, eu estava presente, lembro que Timóteo prometeu costelinha de porco, mas entregou um carneirinho para o chef, e partiu para São Paulo. Contudo, Antônio deu conta do recado e preparou um delicioso arroz de carneiro. Repeti o prato duas vezes, isso no ano de 2018.

Cozinha afetiva cheia de inovações e os ingredientes nordestinos dão o tom no Nalva.

Detalhe do restaurante Nalva na cidade de Piranhas. Foto: @vagarosalente

Rota: Nalva, Cozinha Autoral

Preços: De R$26 até $67/ Aceita cartão

Funciona de Quarta a sexta feira das  19h as 23h/ Sábado e domingo das 12h as 16h/ das 19h as 23h

R. José Martiniano Vasco – Centro Histórico, Piranhas/ Telefone: 82 98153-3801

(Próximo ao Museu do Sertão, Dica: É bom fazer reserva para conseguir experimentar as criações do chef Antonio)

Cerveja artesanal da Caatinga Roocks no Nalva

 

 

 

 

 

 

«

»

2 comentários
  • Lúcia Mendes
    3 semanas Atrás

    Pratos maravilhosos e espaço aconchegante -VALE A PENA CONHECER

  • Lúcia Mendes
    3 semanas Atrás

    Pratos MARAVILHOSOS, Espaço ACONCHEGANTE – VALE A PENA CONHECER.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.