TOPO
Destaques sanduíches

Vamos de minuano!

Sempre gostei do passburguer e do passaporte de frango com muita maionese do Passaporte Gaúcho (@passaportegaucho). Até que um belo dia, o chef Rodrigo Aragão (@rodrigoaragaoal) sugeriu que eu provasse o minuano; fui na onda dele, mas, na dúvida, dividi com chef Thawã Calixto (@thawacalixto). Resultado: gostei tanto do sanduíche no pão seda, com ovo, alface, tomate e hambúrguer da casa, que não divido mais com ninguém. O melhor de tudo é que o hambúrguer é uma receita do saudoso Milton Braun, gaúcho da cidade de Bom Retiro do Sul, que escolheu Maceió para viver e empreender ao lado de sua amada Laci. Ela, ao lado sua filha, Cris Brauw (@crisbraunoficial), mantém o legado saboroso no bairro do Farol. Essa história de quatro décadas tem o auxílio luxuoso de Roni Cavalcante, que comanda a equipe da lanchonete mais tradicional de Maceió.

O hambúrguer é uma receita tradicional, bem temperado e bem assado com direito a uma crostinha. Ele é redondo, mas para caber no pão seda é cortado e, claro, vem arrochado com maionese, um patrimônio do Passaporte Gaúcho.

Passburger com bife, presunto, queijo prato, tomate, alface, queijo ralado

Milton foi o criador do sanduíche “Passaporte”, que mudou o hábito dos alagoanos e construiu uma bela história. Ele cumpriu sua missão, deixando nossa Maceió mais saborosa. Na minha reportagem de junho de 2016, o jornalista Manoel Miranda (falecido) lembrou que, o gaúcho inovou também nos nomes dos sanduíches. Passaporte virou sinônimo de hotdog e faz alusão ao documento usado para atravessar fronteiras. Já o minuano, o preferido do jornalista, alude ao vento que sopra lá no Rio Grande.

Passaporte misto de frango com salsicha e as famosas maioneses da casa

Nos anos 70, a Praia da Avenida era o “point” da juventude dourada – bronzeada, melhor dizendo – e das badaladas festas do Clube Fênix. Nesse cenário maceioense, em 1973, um trailer identificado como Passaporte Gaúcho (o termo food truck não estava na moda) aterrissou em um ponto da calçada da Avenida da Paz. Iniciava seus trabalhos ao pôr do sol oferecendo três opções de sanduíches: minuano, passburger, e o passaporte de salsicha (depois recebeu carne moída) – todos abraçados por um suave pão seda e maionese, uma receita guardada a sete chaves.

Passaporte Gaúcho é nosso, é de Alagoas

Minuano, melhor hambúrguer e maionese do mundo 

Rota Passaporte Gaúcho

Preço: Minuano: R$ 18,00/ Passaporte de carne: R$ 16,00/ Aceita-se cartão

Funciona todos os dias  das 17:30 às 00:00h

Av. Santa Rita de Cássia – Farol/ Telefone:  82 3336-6147

https://passaportegaucho.com.br/

«

»

6 comentários
  • Rejane Cruz
    3 dias Atrás

    O Passaporte de salsicha, com a maionese e aquelas verdurinhas com molho por cima… não existe nada igual nem mais gostoso nesse mundo!

  • gustavo
    3 dias Atrás

    Realmente depois de shows ou eventos na cidade, tem que parar no Gaúcho. e saborear essas delícias.

  • Luiz Gustavo
    3 dias Atrás

    Parada obrigatória no bairro do farol, são várias opções de sanduíches, difícil escolher.

  • Humberto França
    3 dias Atrás

    Vcs acham bom pq ainda não experimentaram o do passaporte centenário! Sem palavras a evolução do Gaúcho!

  • sidney wanderley
    2 dias Atrás

    Todos os sandubas contam com a rigorosa supervisão gastronômica e musical da CRIS BRAUN.

  • Shayana Amorim
    2 dias Atrás

    Minuano é o melhor deles na minha opinião… Hambúrguer caseiro deles é delicioso e a maionese com aquele queijo parmesão é outro nível.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.