TOPO
Destaques Turismo Gastronômico

As tradições saborosas de Marechal

Para seu Nelson da Rabeca, nosso mestre da cultura popular, com carinho.

Vamos para Marechal Deodoro?  É bem ali! E é mesmo, pertinho de Maceió, e tem tanta beleza, cultura e sabores… Saiba mais no meu blog, que já tem o roteiro da praia do Francês, e conheça as dicas do centro histórico da cidade, que inclui visita à Casa do Marechal Deodoro, ao Museu de Arte Sacra, e claro, apreciar as igrejas que retratam o Brasil colonial. Então, pernas para que te quero e vamos caminhar pela cidade beijada pela Lagoa Manguaba.

A bela cidade de Marechal Deodoro e a Lagoa Manguaba

Imperdível: O Convento Franciscano de Santa Maria Madalena é um dos pontos mais marcantes na paisagem do Centro Histórico de Marechal Deodoro (AL). Construído no final do século XVII e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o edifício abriga, desde 1984, o Museu de Arte Sacra da cidade, compondo um importante complexo franciscano.

ffff

O complexo arquitetônico da Ordem Terceira de São Francisco abriga a Igreja da Ordem Franciscana, a Igreja de Santa Maria Madalena e o Convento Franciscano e o Museu de Arte Sacra de Alagoas. Chama atenção a quantidade de obras de arte sacras dos séculos XVIII ao XX. Funciona de quarta a domingo, das 8h às 16h

Museu de Arte Sacra de Marechal Deodoro

Aplausos: A secretaria de turismo de Marechal Deodoro, todo sábado, promove um circuito de ônibus gratuito pela cidade histórica da cidade com parada na Casa de Marechal Deodoro e no Museu de Arte Sacra.

Lourdes:  galinha ao molho pardo com arroz, feijão caseiro, farofa e salada crua

Restaurante da Lourdes – A simpática batizada Maria de Lourdes Pereira, comanda bem as panelas de seu modesto empreendimento, que leva seu nome. A galinha ao molho pardo reina absoluta no cardápio da alagoana de Marechal Deodoro. Na receita da especialista tem tomate, cebola, pimentão, uma pitada de orégano, pimenta-do-reino branca, folhas de hortelã, pimenta-de-cheiro, alho, salsão, manjericão, uma pitada de cominho, folha de louro e colorau. Ela coloca tudo no liquidificador com um copo de vinagre, bate e mistura com a galinha para cozinhar. Por último, bate o sangue da ave com vinagre, mas só coloca no final, com a carne já cozida. Funciona de terça a domingo, das 11h às 15horas/ Rodovia Edval Lemos S/N – Povoado Pedras – Marechal Deodoro/ Telefone (82)3263.1826

Os filhos do Bahia seguem o legado do pai com a melhor fritada de siri

Bar do Bahia – São mais de 30 anos e a fritada de siri do Bahia não muda, continua generosa na quantidade de siri, sabor inigualável, carne do crustáceo bem molhadinha e envolvida numa camada de ovos batidos. Para escoltar, a tradição da cozinha alagoana, pirão de peixe (de lamber os beiços) e arroz. No tempero, apenas a carne do crustáceo cozida com um pouco de manteiga, tomate, cebola e pimentão. E o melhor na carne do siri: raramente se acha a casquinha do bichinho das lagoas. Bar do Bahia – Rod. Edval Lemos, s/n, povoado Pedras, Marechal Deodoro-AL De terça a domingo, das 9h às 18h/ (82) 99922-6319

Peixada no molho de camarão do Mucuri

Mucuri – Com vista para Lagoa Manguaba tem o sobrado onde funciona o restaurante Mucuri com a culinária tradicional como a peixada, o siri no leite de coco (perfeito), mas a carne de sol com queijo coalho também é uma das estrelas da casa onde a cultura se faz presente nos finais de semanas com artistas locais. Os drinques merecem atenção. Funciona de quinta e domingo das 11h às 20h/ Sexta e sábado das 11h às 22h/ Telefone: (82) 9 9400-1586

Mix de camarão: camarão com vários preparos

Bar do Lourinho: Quem ama camarão, tem um prato cheio dele na versão acebolada na manteiga, ao leite de coco e à milanesa, e ainda vem escoltado por arroz, batata frita e pirão do Restaurante Lourinho (@restaurantedolourinho26) no centro histórico da cidade de Marechal Deodoro. No cardápio, o prato batizado de Mix de Camarão diz que é para duas pessoas, mas três comem bem.

No Mix de Camarão fica até difícil escolher qual o melhor, todos são bons, mas o crustáceo no leite de coco com batatinhas é o mais alagoano de todos, e na companhia do prato de pirão é show de bola. Funciona todos dias, das 10 as 18h, aceita cartão/ Avenida Santa Maria Madalena, Centro S/N/ (82) 99131-7029

Pato guisado com pirão, tradição do Bar do Doge

Bar do Doge: Conheci Marinalva em outubro de 2014, quando fiz a postagem sobre “Galinha de Mulher Parida”. Em 2015 sua história entrou no meu segundo Guia da Gastronomia Popular Alagoana e, desde então, novos fregueses começaram a frequentar o modesto Bar do Doge – nome de seu esposo Josevaldo dos Santos, exímio  falante -, no povoado da Malhada em Marechal Deodoro. Mas com a pandemia, agora é precisar ligar um dia antes para agendar e comer as delícias da alagoana. Reserva pelo telefone: 82 99335-4711

Como chegar: No trevo da praia do Francês, dobrar à direita, no sentido da cidade de Marechal Deodoro. Depois do segundo quebra-mola entrar à esquerda (Barbearia e do deposito comercial do Ruan), e seguir pela estrada de barro em direção à colina, até próximo a igreja de São Pedro.

Camarão da água doce no Bar 20 V

Bar 20 V

Bela da tarde, mesma, é lagoa Manguaba. Prateada, ondulante, salpicada por alguns barquinhos… uma graça. Lá, numa margem, um singelo bar com as cadeiras recolhidas. Mas meu amigo Ovido Gurgel, que conhece a cidade de Marechal Deodoro na palma da mão, soprou: “Ali tem o melhor camarão”. Poderia ter respondido, como diz o proverbio popular: “Não cutuque a onça com vara curta”.  Nem estava com fome, porém, na minha missão de blogueira, fui conferir a fama alardeada.Entrei no Bar 20 V, nome peculiar, e perguntei aos donos da casa, Izaias Ferreira (conhecido como Capão) e sua esposa Dislene Farias, se tinham o camarão e qual o tipo? Ela respondeu: “Tem de água doce e com casca”. Nem acreditei, achei que era barba roxa de cativeiro tão popular nos bares e restaurantes. Lá é muito bom o peixe carapeba e asinha de frango.– Funciona todos os dias das 10h até as 18h/  Avenida Santa Maria Madalena, 2485 (na orla lagunar da cidade de Marechal Deodoro) – Telefone: 99806.8158/ 98875.1959

«

2 comentários
  • leitor
    2 dias Atrás

    Já que estamos falando de Marechal passei hoje no tradicional restaurante da massagueira chamado Mamaoeiro e tive uma notícia desagradável. Creio que deva ter mudado de administração fiquei decepcionado pela queda na qualidade dos pratos. Filé de siri bem sujo coisa que em anos visitando o local nunca aconteceu. Uma pena mesmo !

  • Maria da Silva
    1 dia Atrás

    Um conselho para os turistas. Não visite marechal pra sair de lá depois das 14 horas. Vai ficar sem transporte.
    E se for feriado piorou.
    Infelizmente se o turista estiver hospedado em Maceió, se prepare para dormir em Marechal, caso for feriado ou final de semana.
    É um descaso. Os moradores ficam reféns. Se tiver com algum paciente internado pra render o acompanhante as 19 tem que pagar o transporte complementar pelo menos até às 14 em dia de feriado. E se for final de semana até às 17 no máximo . Já sofri muito dependendo de transporte. E é algo recente, pois ao visitar meus pais na sexta feira da paixão, fiquei quase uma hora no ponto esperando uma van pra voltar pra Maceió e não consegui as 18 horas. Precisei pegar uma lotação até o francês e do francês por sorte peguei um Uber.
    Portanto o horário do restaurante acima as 18, maravilhoso. Mas se for feriado ou final de semana e você não tiver carro ou estiver hospedado em Maceió infelizmente recomendo não ir.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.