TOPO
cozinha peruana Destaques

Simone para o mundo

O Wanchako, da nossa alagoana, a chef Simone Bert, foi lindamente foi homenageado pelo Peru Week como primeiro restaurante peruano no Brasil. Prêmio mais que merecido, pois, há 23 anos, o empreendimento colocou Maceió na rota do turismo gastronômico. No espaço, além da boa comida com tempero peruano, até hoje desperta o desejo de viajar até o país andino para descobrir as belezas naturais e culturais do Peru.

A bem da verdade, Wanchako  é uma embaixada saborosa do Peru em Maceió

Peru Week é a principal campanha de promoção do Turismo e da gastronomia do país no Brasil. A campanha está presente em 17 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e acontece simultaneamente em 24 cidades do País. Nosso Wanchako faz parte desse movimento e oferece cardápio com um drinque de boas vindas, entrada, prato principal e sobremesa por R$ 100 até de 20 de novembro.

Arroz Dom Manuel, grãos com polvo e camarões, um clássico do Wanchako

Nestes 23 anos de Wanchako, os clássicos nunca saíram de moda, como os cebiches de fruto do mar, camarões na concha e o Arroz Dom Manuel.

Arroz Dom Manuel não muda e arremata bocas e corações. E tem mais: nada de arroz italiano arbóreo! Dom Manuel é com arroz comum, o nosso brasileiro. Na mistura dos grãos, tem o polvo e o camarão, uma maravilha de sabor e de textura, tanto que nunca sai de moda.

Filé andino com molho de queijo e suflé de batatas

Andino –Filé andino com molho de queijo e suflé de batatas é o mais novo prato do cardápio da chef Simone.

Rondeli negro de siri com molho de espinafre

Siri – Nossa chef Simone Bert, desde menina, é apaixonado por siri de coral. Ela adora destrinchá-lo. Como o siri faz parte da sua memória efetiva, ela criou uma receita nova, o rondeli negro de siri com molho de espinafre. Por sinal, adorável.

A chef Simone Bert com seu esposo, José e o Embaixador do Peru, Javier Yepez

Trajetória – Algumas tatuagens da alagoana Simone Bert escondem queimaduras e cortes da labuta da cozinha. Afinal, comandar as caçarolas não é apenas glamour, nos bastidores é calor, fogo, facas afiadas e horas em pé. Mas quem ama ser cozinheira faz do ofício um prazer.

E a nossa Simone foi a primeira chef de Maceió a ganhar projeção nacional na mídia. Os críticos gastronômicos escreviam: “não precisa ir à Nova York para comer um cheviche, Maceió tem o Wanchako”. Assim, o restaurante peruano com os nossos frutos do mar é um dos cartões postais da nossa cidade.

Cebiche mais famoso do Brasil é do Wanchako em Maceió

Rota Wanchako

Entradas: a partir de R$ 28,00 (casquinha de siri)/ Prato principal (para uma pessoa): a partir de R$60,00/ Aceita-se cartões

Funciona de segunda a sábado a partir das 18h

Rua São Francisco de Assis, 93 – Jatiúca, Telefone: (82) 3235-2151

Suspiro limoño, uma paixão doce do Wanchako

 

«

»

3 comentários
  • Cristhine
    2 meses Atrás

    Lugar onde melhorar come no Brasil e no mundo!

  • Cristhine
    2 meses Atrás

    O melhor restaurante do Brasil🇧🇷

  • Michael
    2 meses Atrás

    Um dos restaurantes Masterchef em Maceio tambem e o primeiro estabelecimento especializado em cozinha peruana do pais. Premiado por sua excelencia na producao de pratos que remetem a cultura do pais sul-americano, o local e chefiado por Simone Bert. Vencedor da revista Veja Maceio nas categorias melhor restaurante, melhor lugar para ir a dois, melhor restaurante internacional, melhor preparo de pescado, melhor preparo de camarao, melhor chef e na categoria de preparo de frutos do mar, certamente ir ao lugar e uma experiencia fantastica.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.