TOPO
Destaques Hambúrguer

Hambúrguer dos tempos modernos

O chef Deco Sadigursky, The Black Beef, me questionou: “Gostou do sabor? Se eu não falasse que o hambúrguer é vegetal, você saberia identificar?” Então, respondi: “O sabor é bom. Comeria como se fosse carne. O sabor e a textura são iguais ao de carne”. Assim começo minha postagem sobre a novidade que aterrissou em Maceió: o hambúrguer vegetal, considerado a carne do futuro. Ele vem servido no pão com cogumelos e creme de queijo.  A novidade é do Futuro Burger, primeiro lançamento da startup Fazenda Futuro, que se dedica a criar “carne” à base de plantas.

O hambúrguer leva proteínas isoladas da soja, da ervilha e do grão-de-bico, além de beterraba para imitar a cor rosada e os sucos da carne

A reportagem publicada na revista Saúde, da editora Abril, diz que, para chegar no visual e sabor adequados, foram dois anos de testes. “A receita final leva proteínas isoladas da soja, da ervilha e do grão-de-bico, além de beterraba para imitar a cor rosada e os sucos da carne. O produto não usa ingredientes transgênicos, tem menos gorduras saturadas do que a versão tradicional e contém fibras, por conta dos vegetais”.

Confesso, mesmo achando saboroso, prefiro o hambúrguer nas versões vegetarianas naturais, porque para vegetal se transformar em sabor semelhante ao da carne vermelha sofre um grande processo industrial. Pessoalmente, sigo a linha de quanto mais natural melhor.

Hambúrguer de queijo brie do The Black Beef

No The Black Beef, indico o hambúrguer super brie à milanesa. Para agregar mais valor, o queijo é coberto por duas camadas da panko (farinha de pão japonês) e incrementado com uma camada de queijo e geleia de pimenta. Este queijo brie é do meu agrado.

Deco Sadigursky com os sócios Thiago Wanderley e Ricardo Canuto

Rota The Black Beef

Preço: Hambúrguer vegetal : R$ 22,00  / Aceita-se cartões

Antiga Amélia Rosa,Funciona das 18h até as 23h, todos  os dias

«

»

2 comentários
  • Eder Clemente Pio
    2 meses Atrás

    Excelente opção vegetariana, porém deveria também pensar nos veganos que não comem queijo e afins.

    • Nide Lins
      2 meses Atrás
      AUTOR

      Eder, é só tirar o queijo e fica vegano. Só que vegano, a maioria não gosta do sabor de carne

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.