TOPO
cozinha brasileira Destaques

Arroz de aratu pra lá de gostoso

O aratu é um caranguejo minúsculo, lindinho e de tons avermelhados. É uma tradição do litoral norte. Com carne adocicada, recomenda-se usar limão para quebrar a sua doçura. Mas o bichinho do mangue agora chegou no restaurante que leva seu nome, Aratu. A novidade é que a unidade da Ponta Verde abre para o almoço nos dias de sábado e domingo.

Arroz de aratu bem temperado, ainda tem camarões, azeite de rúcula e maionese aioli

O arroz de aratu foi resgatado de um dos primeiros menus da casa, logo no começo do restaurante, e continua perfeito. O grão soltinho envolvido no filé do caranguejo bem temperado, ainda tem camarões, azeite de rúcula e maionese aioli. Agora fique atento, pois o arroz de aratu é totalmente sujeito à sazonalidade, depende da pesca do bichinho.

Burguer de carne de sol (curada na casa), queijo coalho e picles de maxixe no pão de fruta

Outra novidade é a entrada com burguer de carne de sol (curada na casa), queijo coalho, picles de maxixe no pão de fruta (produção da cozinha do Aratu) com maionese de alho.

Já o nosso Edgar Amorim, do Aratu da Ponta Verde, o mago dos drinques, continua mandando bem e adora desafios. O bom rapaz preparou dois drinques sem álcool, com a mistura de coentro, hortelã, limão taiti, água de coco, laranja, caramelo cítrico e pétala de jasmim (comestível). Ficou bom demais, mas, claro para quem pode tem com álcool.

Drinques criativos do Edgar no Aratu da Ponta Verde

Para entender, o Aratu tem duas unidades: a da Massagueira; e o da Ponta Verde, na Av. Sandoval Arroxelas, 390 – Ponta Verde, que abriu com o cardápio menu degustação para jantar de quarta a domingo e almoço nos dias de sábado e domingo.

Para adoçar a vida: cocada brulada com bolinhas de goiaba

A fruta-pão, tão comum com manteiga na mesa do alagoano, foi parar na receita de um pão fofinho. Já o siri, bichinho do mangue, é o xodó do chef Paulo Quintella. Na versão de hambúrguer, ele vem empanado, o que o deixou o crustáceo delicioso. Ele ainda vem na companhia da maionese de coral, perfeito.

Massa puba misturada ao queijo coalho faz as honras com o filé de sol preparado também na cozinha do chef. Foto: @rilmany

A massa puba (amarela e azedinha) também dá muitos palpites, ou melhor, boas receitas no Aratu. Dessa vez, a massa da mandioca misturada ao queijo coalho faz as honras com o filé de sol preparado também na cozinha do chef. E manteiga com ervas para realçar a carne.

Filé de peixe com cuscuz de massa puba, purê de banana, camarões salteados na manteiga de garrafa, azeite verde, e picles de cebola roxa

O filé de peixe da casa vem agraciado com cuscuz de massa puba, purê de banana comprida, camarões salteados na manteiga de garrafa, azeite verde, e picles de cebola roxa.

O chef Paulo Quintella (@pauloquintella) , jovem talentoso que mostrou sua cara para o Brasil no Master Chef, trouxe para a Ponta Verde a segunda unidade do Aratu (@aratu.alagoas), um restaurante autoral e com ingredientes alagoanos como o siri, a massapuba, a fruta-pão, o coco…

Salada de siri com banana da terra, uma das estrelas do Aratu

Rota Aratu (Ponta Verde)

Entrada a partir de R$25,00/ Menu degustação (entrada, prato principal e sobremesa) – R$105,00/ Aceita-se cartões

Funciona de quinta a sábado, das 19h30 até 23h30/Almoço : sábado e domingo a  partir das 12h.

Av. Sandoval Arroxelas, 390 – Ponta Verde

«

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.