TOPO
Destaques vegano e vegetarino

Prato do Bem sem carne e danado de bom

Celebrar nove anos tem que ser com muitas histórias, sabores e desafios. Ainda mais quando na cozinha não tem proteína animal, e no lugar das carnes, peixes e frango, entram em cena os legumes, grãos, folhas, aromas e temperos naturais do Ser-Afim (@serafimnatural). O restaurante, sob a batuta da família da chef de cozinha Nídia Battaglia , uma argentina apaixonada pela Alagoas, sobreviveu a pandemia com inovação. Além do Prato do Bem por R$ 23,30 (executivo vegetariano e vegano) de terça a sexta, e no final de semana por R$27,10, também tem uma plataforma de cursos online (www.cursoserafim.com) com  receitinhas saudáveis da casa.

No Prato do Bem, o freguês tem duas opções para escolher. Por exemplo: na quarta-feira é dia do brasileirinho 1 com feijoada de tofu (queijo de soja) defumado, shitake, arroz, couve refogado ao alho, rodelas de laranja e farofa de alho com cebola. Essa feijoada vegana é uma tradição do Ser-Afim, e agrada até os carnívoros. A segunda opção é o brasileirinho 2 com guisado de legumes, milanesa de berinjela e macarrão integral ao molho pesto.

Comida vegana e vegetariana com todo colorido

Anote o cardápio do Prato do Bem: terça é árabe, quarta com brasileirinho, quinta é comida oriental, sexta é o tempero baiano, sábado tem mais uma proposta do brasileirinho, e no domingo tem sabor da Itália, todas com comidinhas veganas e vegetarianas para uma pessoa não querer briga com ninguém.

Hambúrguer artesanal de cogumelos e beringela, guacamole e com opção de queijo vegano

Além do Prato do Bem, o restaurante também tem bufê sem balança, ou seja, come-se muito bem, porque tempero a gente repete no prato. Já a noite é a la carte com pizzas, caldos, e sandubas, como o hambúrguer artesanal de cogumelos e beringela, guacamole, queijo (tendo a opção mussarela ou mandioqueijo), alface e tomate em rodelas batizado de O Senhor dos Anéis.

Para a noite tem as bruschettinhas de cogumelos e marguerita, uma ótima opção de entrada para o jantar. Detalhe, o freguês escolhe se quer com queijo vegano ou o tradicional, mas ainda tem a opção sem glúten. Adoro as pizzas do Ser-Afim. São finas e crocantes. Adorei a batizada de Frida Kahlo com molho caseiro, queijo mussarela, brócolis, gorgonzola e tomate picado. Para dar o arremate final, acrescente um pouco de azeite. Fica ainda melhor.

Bruschettinhas de cogumelos e marguerita, uma ótima opção de entrada para o jantar

Sobre o curso: O restaurante une ingredientes únicos para trazer o melhor da gastronomia natural em Alagoas, são receitas para cafés da manhã, almoço, jantar e lanche. “Depois de mudarmos a vida de várias pessoas através da alimentação, decidimos que chegou a hora de compartilhar um pouco do que aprendemos num curso incrível, voltado para qualquer pessoa que deseja comer bem e ser saudável”, conta Uriel, um dos sócios do Ser-Afim. O restaurante também tem cardápio específico para os congelados,  como a moqueca de banana da terra, a feijoada de cogumelos e tofu, e uma variedade para comer no conforto do lar.

Viva o Ser-Afim, boa opção vegana e vegetariana.

Pasteis do Ser-Afim, uma tradição de 9 anos

Rota: Ser-Afim

Preço: Prato do bem semana: 23,30/Prato do bem final de semana: 27,10/ Bufê semana:35,00/ Bufê final de semana: 39,50/ Aceita-se cartões

Funciona de terça a sexta das 11h30 às 15h/ das 17h às 22h/ sábado e domingo – 11h30 às 15h30/ 17h às 22h

Família Ser-Afim: Nídia com os filhos, Beda e Uriel, juntos também no restaurante

«

2 comentários
  • Thaísa
    21 horas Atrás

    A comida do Ser-Afim é maravilhosa!
    Me surpreendi quando fui pela primeira vez, 06 anos atrás.
    E olhe que não sou vegana/vegetariana!!
    O tempero é incrível e a gente come e não sente falta de carne.
    Para quem ainda não conhece e “vira os olhos” para comida que não tem proteína animal, pode ir sem medo de errar.
    Tudo é delicioso.

    • Milena
      10 horas Atrás

      Verdade, comida super saborosa! Tb não sou vegana/vegetariana e amei!

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.