TOPO
Destaques

Diário de uma bariátrica

“Não tenha medo da cirurgia, tenha medo da obesidade”, disse o doutor Jacob Miranda (@drjacobmiranda) para as minhas incertezas sobre cirurgia bariátrica. E assim segui meu destino no dia 23 de agosto de 2021, na Santa Casa de Maceió.  Fiz a bariátrica depois de dez anos tentando dietas de forma tradicional com nutricionista e endocrinologista, lutando contra o efeito sanfona (ia dos 80 aos mais de 100 quilos) com direito a várias comornidades (hipertensão, pré-diabetes, desgaste na fibra do joelho ocasionando dores e dificuldade para uma simples caminhada). Na minha profissão, jornalista de gastronomia, convivo com o pecado ao lado, então pensei”, e agora, como vou manter o blog?”.

Caldo de batata da Bari Nutri com sabor da infância. Dieta antes da cirurgia

Será uma nova experiência, pois preciso saber até onde posso ir, a quantidade que posso comer, escolher mais… Mas tudo tem seu lado bom: vou eleger chefs, seguidores e amigos para, por algum tempo, provar no meu lugar e decifrar os temperos, texturas, ingredientes… Já a história de quem faz nossa Alagoas mais saborosa continua por minha conta. Não foi uma cirurgia estética, mas a busca de viver com mais saúde.

“Não tenha medo da cirurgia, tenha medo da obesidade”, disse o doutor Jacob Miranda (@drjacobmiranda)

Nestes nove anos de blog (sem férias, pois sou empresa) me renderam um bom acervo, amigos e conhecimentos que vão me ajudar nessa nova trajetória. A cirurgia não cura a obesidade, mas é um importante avanço da ciência para vencer este mal do século.  Nessa caminhada, a escolha de bons profissionais é essencial.

Silviane (esquerda) nutróloga e Clelía (direito), ambas me apoiaram na decisão da cirurgia bariátrica

No primeiro momento, ainda final de 2019, as médicas Silviane Viana (@silvianevianna) e Clélia Miranda (@endocrinocleliamiranda) indicaram a cirurgia bariátrica com o doutor Jacob Miranda. Comecei as consultas, veio a pandemia, parei, tive tempo necessário para formar o meu time com a nutricionista (@caterinefrazao) Caterine Frazão (que cuida da alimentação com nutrientes) e a psicóloga (@joceline.psi) Joceline Oliveira (que fortalece minha cabeça aceitar de boa tantas mudanças).

A nutricionista Caterine (esquerda)e a psicologa Joceline, duas profissionais importantes na decisão da bariátrica

As mudanças na minha vida aconteceram 15 dias antes da cirurgia, quando comecei uma dieta pastosa e depois líquida. No primeiro dia de pastosa, dia 8 de agosto, lá estava eu de frente ao café da manhã no Hotel Rio São Francisco, lugar que tanto amo, com cuscuz, pães, café quentinho, queijos, ovos, tapioca, leite… “Valei-me meu São Francisco!”, pensei comigo mesma. Mas já sei o quanto é gostoso e não era preciso atacar. Respirei, pedi a vitamina de fruta, e assim segui direitinho a dieta só no líquido. E salivava toda vez que ia fazer suco. Cortar o abacaxi maduro, sem comer os pedacinhos era desafiador. Mas resisti! Claro, tive pensamentos insanos, tipo, cachorro quente de seu Moacir líquido, e alguns sonhos de pão com manteiga… Mas em nome de uma boa cirurgia, aquitei meus desejos.

Apenas olhei o melhor café da manhã no Hotel São Francisco em Penedo. Foto de arquivo

Nessa fase de 15 dias de cremes, segui a dica da Caterine Frazão, e contratei a nutricionista Paula Marinho (paulamarinho2411, da Bari Nutrii (@barinutrii), especializada em culinária para bariátricos. A alagoana apostou nesse mercado para apoiar a irmã bariátrica, e, atualmente, prepara cremes, caldos e alimentos pastosos para antes e depois da cirurgia. A fase da recuperação mais delicada, que requer disciplina.

Paula Marinho especializada em culinária para bariátricos.

Nas panelas da Paula entram legumes, ervas, carne, peixe e frango, e o sal na medida certa. O tempero natural sobressai, nada para agredir o estômago reduzido, como dizem, estômago de neném. Aliás, nessa fase, encontrei sabor em tudo, porque o menu da nutricionista Caterine é das 7h até 22h, com caldos, sucos, leite, e suplementos de 30 em 30 minutos em copinhos (50ml) de café. Todos os caldos da Paula são bons e aqueceram meu novo estômago com muito sabor, até o caldo de tilápia trouxe as minhas viagens do Sertão para bem pertinho do coração. Para a próxima fase, dieta pastosa, vou provar as comidinhas da Paula, claro! Eu estou de férias até das panelas da minha casa.

Durante 15 dias a dieta é caldos, sucos, leite e suplementos das 7h até 22h, de 30 em 30 minutos

Para toda equipe de profissionais da @santacasademaceio em nome do anestesista Silvio Lima @silviomlsantos, minha gratidão!

Sem Fome

O médico Jabob Miranda tem 22 anos de cirurgia bariátrica, explicou porque bariátrico não sente fome após-cirurgia: “Na cirurgia faz uma recessão de uma boa parte do seu estômago, onde tem a produção de hormônio grelina, responsável por estimular a sensação de fome quando o estômago está vazio. Nesse começo não tem fome, depois volta a ter fome”.

Cuide da cabeça

Para a psicóloga Joceline, em primeiro lugar é fundamental buscar entender como é sua relação com a alimentação, prestando atenção em seu comportamento alimentar, aprender a identificar as emoções que os alimentos lhe trazem, os possíveis prejuízos nessa relação e buscar atividades prazerosas que não envolvam a alimentação: exercícios físicos, atividades de lazer, etc.

Nutrição

Já a nutricionista Caterine recomenda ao bariátrico manter o acompanhamento com a equipe multidisciplinar (médico, nutricionista, endocrinologista, psicólogo e educador físico), tomar as suplementações e seguir o programa alimentar e de atividade física.

Minha cirurgia

“A Gastroplastia Sleeve por Videolaparoscopia é um tipo restritivo de cirurgia bariátrica que utiliza um stapler (grampeador) para retirar a grande curvatura, envolvendo parte do corpo  e o fundo gástrico do estômago. Neste método, o estômago é transformado em um tubo que possui entre 80 a 100 ml de volume. E o paciente deixa de produzir a substância Grelina, responsável pela estimulação do apetite.Dessa forma, a perda de peso da cirurgia Bariátrica Sleeve é eficaz”, texto Instagram  do médico Jacob Miranda.

Mais sobre cirurgia bariátrica acesse o site da A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica: https://www.sbcbm.org.br/

 

 

«

»

1 comentário
  • Ana Lívia
    3 horas Atrás

    Excelente post, Nide. Estou no pré-operatório, fazendo exames e colhendo laudos, suas dicas têm sido preciosas. Minha nutri também é a Dra Caterine, excelente profissional. Continue postando as novidades por aqui. Um abraço.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.