TOPO
Destaques gente alagoana

Sorvete de rapadura de Água Branca em Maceió

Se você não pode viajar até Água Branca, a cidade vai até a gente com o sabor de sorvete de rapadura do Engenho São Lourenço. Sabe como? No Parque Shopping Maceió tem a loja Alagoas Maior, que além do sorvete de rapadura tem muito mais, broinhas de batata doce, mel de engenho, própolis, pimenta e até artesanato.

Os sorvetes de rapadura, paletas, mel de engenho e rapadura do Engenho São Lourenço, patrimônio cultural e gastronômico da cidade de Água Branca desde 1920, agora estão mais pertinho da gente na loja Alagoas Maior. Detalhe, os sorvetes e as paletas são adoçadas com a rapadura em vez do açúcar refinado, e faz toda diferença no sabor.

Sorvete de rapadura do Engenho agora na loja Alagoas Maior

No total são onze grupos produtivos, entre cooperativas e associações de pequenos produtores atendidos pelo Programa Alagoas Maior, uma parceria entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e o Sebrae Alagoas, estão expondo seus produtos no espaço cedido pelo centro comercial, ampliando as possibilidades de comercialização e divulgação de seus trabalhos.

Mix de frutas secas da Duvale sem açúcar

Também adorei as frutas secas e o doce da casca de laranja cristalizada da Duvale, empresa dos pequenos agricultores rurais do Vale Mundaú. A principal cultura da região é a da laranja lima orgânica, mas têm outras frutas como manga, jaca, banana, abacaxi…

“A consultora do Sebrae nos trouxe a ideia de frutas secas e deu certo. Porque as frutas que não foram comercializadas não desperdiçamos, e agregamos mais valor comercial ao produto”, disse o representante da Duvale, Inácio Francisco.

Mix de frutas sem açúcar e casca de laranja da Duvale

Opinião

De acordo com a gerente adjunta da Unidade de Relacionamento Empresarial (URE) do Sebrae Alagoas, Fátima Aguiar, após a capacitação dos grupos foram realizadas rodadas de negócio, divulgação dos produtos, inserção em compras governamentais (estado e municípios), participação em feiras e eventos, além da divulgação em mídias sociais.

Ela também reforçou a importância desse trabalho para que esses produtores possam vender mais, sobretudo nesse período de pandemia e, assim difundir mais produtos locais no mercado, levando desenvolvimento para os empreendedores envolvidos e suas famílias.

Sequilhos de batata doce com limão e laranja da Coopas de Quebrangulo

Para o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Marcius Beltrão, o governo de Alagoas tem a missão de gerar desenvolvimento para o estado, e a melhor forma de fazer isso é desburocratizar processos para que os setores produtivos alcancem resultados positivos. “O Alagoas Maior faz parte deste processo fortalecendo as cadeias produtivas regionais. Cada grupo produtivo – associação ou cooperativa – tem sua trajetória e importância para engrenagem da economia alagoana. Por isso, quando um produto vinculado ao Alagoas Maior é comercializado sua representação vai além da negociação material. O que está em jogo é fortalecimento regional, geração de emprego, renda e cidadania para pequenos produtores alagoanos”, disse o secretário.

Sequilhos de batata doce com laranja da Coopas de Quebrangulo

E você, já levou seu produto alagoano para casa? Lá tem sequilhos de batata doce de limão e de laranja para acompanhar cafezinho, ou presentear alguém com sabor da nossa terra, como, mel, própolis, sequilhos, rapadura e peças de artesanato como colares e cocás da tribo Xukuru-kariri; sandálias, cintos e bolsas em couro de tilápia.

Vitrine do projeto Alagoas Maior no Parque Shopping

Rota Alagoas Maior

Loja no Parque Shopping (em frente a Lojas Americanas)

Mais de 70 produtos feitos por dez grupos produtivos do Estado/ Preço a partir de R$ 6,00 (Aceita-se cartão

Av. Comendador Gustavo Paiva, 5945 – Cruz das Almas

Cocás da tribo Xukuru-kariri na loja Alagoas Maior

 

«

»

1 comentário
  • João Miguel
    8 horas Atrás

    Nide Lins, aqui é João Miguel Torres, Aguabranquense/Penedense, gerado com muito carinho em Água Branca, essa terra linda e acolhedora e nascido em Penedo a nossa Outo Preto do Nordeste. Duas terras que amo. E que você bem conhece. Na qualidade de leitor fiel da sua coluna e como não sou de rede social, apenas o Whatssap. Sugiro que tenhamos na coluna a opção de encaminhar as suas belas e gostosas reportagens da culinária alagoana tão rica e diversificada.
    João Miguel Torres Barros

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.