TOPO
cozinha de boteco Destaques

Botecos em casa

O delivery e o Pegue e Leve farão parte de nossas vidas para sempre. Eles se fortaleceram na guerra contra a covid-19. As plataformas apoiam os botecos de forma indiscutível. É através desse tipo de pedido que as tradições gastronômicas podem chegar em nosso doce lar. Selecionei algumas dicas do meu blog para lembrar onde é possível encontrar um almoço ou jantar das nossas tradições. Para quem já tem seu boteco do coração, que tal aumentar a lista?

Arrumadinho, ou melhor, arrumadão do Valter ainda vem arroz

Bar do Valter (@valter.bar) – Prepare-se para se esbaldar no “Arrumadão” do Valter, e fui eu quem o batizou assim, porque nunca vi um “arrumado” tão grande com três tipos de carne de sol (picanha, contrafilé e alcatra), com quatro ovos, feijão, farofa e queijão parmesão. E tem de 1 a 10, ou seja, tem porção para uma, duas, quatro e até dez pessoas, e com 10 ovos. Como éramos em três, provei a que vem para quatro pessoas, mas fico imaginando que a porção de 10 só deve caber numa bacia. Por dia, são em média 15 quilos de feijão e a carne de sol de picanha, contrafilé e alcatra, o alagoano prepara na sua cozinha. As carnes são macias, e tanto o feijão como a farofa são molhadinhas. Detalhe ainda vem escoltado por arroz. Rua Castro Alves, 188 – Poço/ Telefone: (82) 98824-2225

Tilápia recheada com farofa de camarão, um espetáculo de sabores chega em casa

Boteco do Tonho (@botecodotonho): É um clássico da Ponta da Grossa, comando pelo sergipano Antônio Santana, o famoso Tonho, que é o responsável pelas costelinhas suínas mais saborosas da cidade: super crocantes, bronzeadas, com a gordurinha peculiar e temperadas apenas no sal. Já os clássicos caldinho de camarão ao coco com maxixe e a hóstia (rodelas crocantes de queijo parmesão) continuam muito bem cotados no mercado de botecos.  Rua Manoel Lourenço, 248, Ponta Grossa (na mesma rua do famoso Bar do Pelado)/ Telefone: 3221-6209/988694330

Charque guisado com pão, opção de petisco do Cachorro Engarrafado

Cachorro Engarrafado (@barcachorroengarrafado): O charque guisado encanta o paladar, supermacio, envolto no caldinho bem temperado e sal na medida certa. Para escoltara tradicional farofa de ovos e feijão verde (este é de comer sem acompanhamento). Outro prato que merece atenção é a salada de bacalhau. O peixe em lascas, temperado no azeite, batatas, ovos e azeitona. Vem agraciado com arroz e feijão verde. R. Cap. Marinho Falcão, 501 – Santo Eduardo/Telefone: 82 3357 4382

Bar da Mariquinha no Benedito Bentes: comida farta, colorida e deliciosa

Mariquinha Bar e Restaurante (@mariquinha_bar_e_restaurante) –  No conjunto Frei Damião, no Benedito Bentes, local modesto, com mesas no quintal, de onde saem comidas tradicionais como  pirão de ovos, tilápia frita, galinha velha, e a estrela “feijão com tudo dentro”. Na receita, o feijão carioquinha recebe osso de patinho, charque, fato, calabresa… Uma riqueza de feijão, de fazer inveja à rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Endereço Rua C 60, Conjunto Frei Damião, Benedito Bentes/  Telefone: 82 98865-7216

Guisado do Nado: linguiça, charque e costela de boi com pirão

 Nado’s Bar  (@nadosbar)– O guisado que leva nome do dono do bar vem com  charque, costela e linguiça cozidos no tempero especial da casa, que é cominho, tomate, cebola e pimentão. Do caldo rende um pirão de lamber os beiços. Também amo a ova de peixe e a galinha velha guisada, por sinal, danada de boa. O recinto é simples e tem comidinha primorosa sob o comando do casal Josinaldo, conhecido como Nado, e Maria do Socorro dos Santos.  Rua Dona Alzira Aguiar, 269 – Ponta da Terra (terceira rua por trás do Bompreço da Pajuçara)/ Telefone: 98877.3458

Boteco do Urugua tem cozinha diversificada

Boteco do Urugua (@botecodourugua): Os fãs de César Piriz, vulgo Campeón, não têm do que reclamar do bom rapaz, afinal, o Boteco do Urugua é internacional com comidinhas do mundo. O cardápio vai do sashimi ao acarajé, passando pelos churrasquinhos, bolinhos, camarão empanado, lingua de boi, empanadas, hambúrguer artesanal… Por aí vai. São mais 50 de petiscos, além do Prato Feito. Rua Melo Póvoas, 165, Jaraguá/ Depois do Centro de Convenções (sentido Jaraguá/ Pajuçara)Telefone: 82 99636-6995/ 99153-8337

Galinha ao molho pardo, meu prato predileto do Bar da Gil

Bar da Gil (@comedoriadagil)– A galinha ao molho pardo do Bar da Gil é aveludada, tempero bom, e de deixar saudades. Fazia um tempão que eu não aparecia por lá, mas quando cheguei fui recebida com a alegria, sempre contagiante, dela e de seu filho Jamerson. Muito feliz, ele me contou as novidades:  o modesto empreendimento criou Instagram (@comedoriadagil), uma nova marca e aprimorou a gestão da cozinha com o curso de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos, tudo em parceria com o Sebrae Alagoas (@sebraealagoas). O melhor de tudo, as comidinhas da alagoana continuam as mesmas , maravilhosas e com delivery firme e forte, enfim, a pandemia não abalou a história de 41 anos do bar no bairro do Poço. Rua Vinte e Seis de Abril, 268 – Poço/ Telefone: 82 99100-5584

Arrumadinho de camarão com bacon do Bar do Cação

Bar do Cação (@bardocacao):Toda vez que vou comer arrumadinho, clássico da cozinha nordestina, penso que o prato deveria ser chamado de desarrumado, já que geralmente vem tudo junto e misturado. E se o de carne já bom, imagina de camarão… A receita gostosinha com o fruto do mar é do chef Deimys Estevão (@deimys) do Bar do Cação (@bardocacao), herdeiro do talento de seu pai, José de Araújo. O arrumadinho de camarão do Cação vem com feijão verde, bacon, farinha e é servido com arroz. É indicado para duas pessoas encherem a pança, mas, se brincar, três passam bem./ Rua Ten. Antônio Oliveira, n 43- Farol (depois do Portugal Ramalho) – telefone: (82) 3351.6333

Feijoada do Churrasquinho da Mary

Churrasquinho da Mary  (@churrasquinhodamary)–  É muito além dos espetinhos. Das suas caçarolas sai a boa comida nordestina: rabada, galinha, sarapatel, feijoada (todo dia), e por aí segue. E tem mais, seu prato comercial, que dá bem pra duas pessoas, é um espetáculo. O comercial da feijoada é um manjar dos orixás, caldo do feijão consistente, carnes macias. Av. Desembargador Valente Silva de Lima, 1066, Jatiúca ( Próximo antiga escola do Flamengo) – Telefone: (82) 98825.6536/ Telefone: (82) 99951-2703

Bar do Anísio: Siri na manteiga, só no cardápio, mas mesmo usando a margarina o sabor é bom

Bar do Anísio (@bardoanisio): Escolher qual é a melhor pedida do Bar do Anísio é tarefa difícil: camarão, picanha, arrumadinho de charque ou de carne do sol e siri-de-coral estão entre os prediletos de uma clientela fiel. Comece a degustação pelo siri na manteiga. Funciona de terça a domingo.R. Prof. Luís Lavenere Machado, 288 – Trapiche da Barra/Telefone: (82) 98827-5551/ 99951-3496 

Arrumadinho de charque do Bar do Rogildo

Bar do Rogildo (@bardorogildo): Desde que conheci o Bar do Rogildo, a convite do jornalista Felipe Camelo, fiquei fã do arrumadinho, porque o charque foge do comum, é guisadinho. É muito bom, e realmente vem bem arrumadinho de um lado o feijão do outro o jabá guisado com legumes para acompanhar uma cerveja bem gelada, que nunca falta no boteco mais famoso de Bebedouro. Destaque para os frutos do mar, como camarão no creme de leite e a peixada com pirão. Funciona de terça a domingo, das 10 até 17 h/ Rua Augusto Barreto, nº 90, Bebedouro – Telefone: (82) 3358.6327

Contrafilé maturada, macaxeira, vinagrete, farofa e manteiga de garrafa

Churrasco do Ferreira -Depois das 15 horas, de segunda a sábado, seu Ferreira já está a posto na sua churrasqueira instalada na esquina da Rua Coronel Adalto Gomes Barbosa, no Santo Eduardo. Faça sol ou chuva, a tradição de 21 anos se repete, fogo no ponto certo para assar fatias de contrafilé maturada. A carne de primeira chega à mesa escoltada por macaxeira, daquela que derrete no céu da boca, vinagrete e farofinha. Valei-me meu Deus, é muita felicidade. Rua Cel. Adalto Gomes Barbosa, 595 – Conjunto Santo Eduardo, Poço – Telefone: 99121.2149

Chambaril do Lula, tradição de 46 anos

Bar do Lula: Quando eu quero comer chambaril,  penso logo no Bar do Lula, um dos mais afamados de Maceió, localizado no Farol (atrás do Cepa), com muitas históricas para contar na mesa de bar. O estabelecimento simples tem mais de 40 anos e não muda, o sabor do chambaril mantém o mesmo padrão de qualidade. A iguaria nunca perde sua majestade, líder de vendas.Travessa Almirante Barroso – Farol (atrás do Cepa)/ Telefone: 3241-8903

Kebrakama: osso do patinho cozido com feijão

Kebrakama: A comida batizada de KebraKama é osso do patinho cozido com feijão  e  fez tanto sucesso que acabou dando nome ao bar. Quem detém o saber de fazer o prato é Maria Helena Coelho, que há  mais de 30 anos comanda as panelas do simpático recinto. A primeira postagem sobre esse local  no meu blog foi em 2013 e em 2016 conferi o ossinho no feijão e garanto,  continua beleza.No KebraKama também é bom o charque de cupim na brasa. R. José Pinto de Barros, 298 – Poço,Telefone: (82) 98806-0094

Carne de porco com fava, macaxeira, vinagrete e a farofa matuta (especialidade da casa).

Bar do Pelado (@bardopelado_al):  Um dos restaurantes mais tradicionais da cidade no bairro da Ponta Grossa é o Bar do Pelado, e é de lá que sai os caldinhos mais alagoanos, o de sururu de capote e do siri de coral. Continuo fã da carne de sol suína preparada na chapa com uma lapa de queijo coalho e a farofa de matuta, preparada com água quente, farinha de mandioca, cebola roxa e coentro. Melhor impossível. Rua Manoel Lourenço, 44, Ponta Grossa.Telefone: 82 98852-7188/ 3221-4743

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.