TOPO
cozinha de boteco Destaques

PF gostosinho do Urugua

Quem come PF (Prato Feito) de bife de alcatra, arroz, feijão, purê de batata, macarrão, farofinha e uma salada não quer briga com ninguém. E no Boteco do Urugua, então? Paz eterna. O lugar se adaptou ao novo decreto do governo do Estado para conter o avanço do Covid-19 e, de segunda a sexta, abre das 10h às 20h com almoço e petiscos. Depois das 20h, só delivery e pegue e leve. O PF tem sempre uma proteína (carne, frango ou peixe), acompanhamentos (arroz, macarrão, feijão caseiro e purê de batata inglesa) e saladas (alface, tomate, pepino, cenoura, beterraba, abobrinha e berinjelas refogados). Quem comanda o boteco é o uruguaio César Piriz, vulgo Campeón, e a alagoana Angélica.

O cardápio vai do sashimi ao acarajé, passando pelos churrasquinhos, bolinhos, camarão empanado,, empanadas… Por aí vai. São mais 50 de petiscos.

Infelizmente vivemos uma guerra e a Covid-19 não deu trégua, continua invisivelmente cruel. Enquanto a vacina não chega na quantidade necessária, vamos apoiar os bares e restaurantes indo no horário estabelecido pelo novo decreto e sem aglomeração. Para manter as cozinhas em funcionamento, solicite seus pedidos por delivery ou pegue e leve. Dito isto, vamos às dicas do Boteco do Urugua, cujo cardápio vai do sashimi ao acarajé, passando pelos churrasquinhos, bolinhos, camarão empanado, empanadas, hambúrguer artesanal… São mais 50 de petiscos.

Empanada de camarão com molho tarê

Pastel latino – A empanada é a cara do Boteco do Urugua. A diferença é a textura da iguaria que lembra pastel de forno. Até pensei que a empanada era assada, mas errei. É frita e incrivelmente sem gordura.  Entre os queridinhos estão os de salmão e de camarão com cream cheese. É uma perdição e a gente acaba repetindo a dose. O pastel até parece “grávido” com seu recheio farto.

Empanada com recheio de camarão com cream cheese

Churrasquinhos– Tem de frango, carne, medalhão, fígado, calabresa, coração, charque e moela. Provei o de carne, que é bom; mas amei o de fígado, super macio e com sal na medida. Todos vêm escoltados pela farofinha e vinagrete. O molho de chimichurri, grande vedete do Boteco, acompanha o espetinho de carne.

Minha paixão, espetinho de fígado de galinha

Clássico: Chopirán, uma tradição dos países latinos de linguiça grelhada no pão francês.  Nosso  chef “Campeón” literalmente colocou o Choripán de cabeça para baixo. Primeiro ele tira a pele da linguiça mista, e adiciona novos temperos: páprica doce, cebola roxa, mostrada e pimenta caiena. Retira o miolo do pão para acrescentar os queijos mozarela e do reino, e por fim a linguiça picada, que vai para a churrasqueira virada para brasa, e o pão para cima.

Chopirán, uma tradição dos países latinos de linguiça grelhada no pão francês do Boteco do Urugua

Trajetória – Cesar nasceu em Paysandú, interior do Uruguai mas ainda criança a família mudou-se para Montevidéu. “Nunca fui muito apegado aos estudos. Gostava da rua, da liberdade”, confessa o uruguaio. Mesmo assim, fez segundo grau completo e começou a trabalhar. De tudo fez um pouco. Foi ajudante de cozinha num barco de pesca no alto mar e labutou em supermercado, padaria e por aí vai.

Um dia, Cesar resolveu viajar a pé e de vez em quando pegava carona. Neste estilo de viagem, o uruguaio levou quase quatro anos de aventura pelas cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Bahia e Sergipe. Mas quando chegou ao Recife, o calor danado pedia um mergulho do mar. A partir daí sua vida virou pelo avesso: roubaram todos os seus pertences e, sem lenço e sem documento, só restou viver na rua. Mas com solidariedade conseguiu vencer e abrir seu boteco em 2011.

Bolinho de batata doce com charque

O Boteco Urugua, nascido no bairro do Poço em 2011 (que eu só conheci em 2016), era tão pequeno que mal cabia o César na cozinha. Não tinha garçom, apenas o dono e sua amada Angélica que faziam “de tudo”. Depois da publicação em meu blog sobre o lugar, o Boteco cresceu em número de gente e alugaram outro espaço ao lado. A rua ficou pequena para atender aos milhares de fãs famintos pelas guloseimas do chef uruguaio. O engarrafamento de carros, cadeiras, mesas e muita gente fizeram mudar o destino do Urugua, que foi para Jaraguá, mas as comidinhas continuam com o mesmo sabor.

O casal de empreendedores: Cesar e Angelica do Boteco do Urugua. Foto @japiassu_

Rota Boteco do Urugua

Preço do PF – de R$ 14,00 até R$ 20,00/ Petisco a partir de R$ 5,00/ Aceita-se cartões

Funciona de segunda à sexta, das 10 horas até 20h/ Aplicativo de entrega das 17h as 23h/ Telefone: (82 ) 99153-8337

Rua Melo Póvoas, 165, Jaraguá/ Depois do Centro de Convenções (sentido Jaraguá/ Pajuçara)

«

»

1 comentário
  • Reginaldo Romão da Silva
    2 meses Atrás

    HISTORIA DE VIDA DE UM VENCEDOR PARABÉNS, ASSIM QUE EU TIVER UMA OPORTUNIDADE COM CERTEZA VOU SABOREAR, ESSES PRATOS DELICIOSOS.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.