TOPO
Destaques Turismo

De Pão de Açúcar à Ilha do Ferro, uma viagem com os pés no Rio São Francisco

O povoado na Ilha do Ferro, na cidade de Pão Açúcar, museu a céu aberto do Rio São Francisco, é o xodó dos alagoanos e visitantes do mundo que curtem o turismo pés no chão, ou melhor, no Rio São Francisco, nosso Velho Chico. Quem vai por lá, deve ficar ciente de que viverá a experiência da simplicidade de sua gente, do trabalho de seus artesãos, do bordado Boa Noite… Lá, a arte caminha a cada pegada nossa, e o sol segue coladinho. As casas são atelier identificadas pelas placas, Alagoas Feita a Mão. Mas antes de alguém aterrissar na Ilha, tenho dicas preciosas de Pão de Açúcar com seu mais belo pôr-do-sol.

Ilha do Ferro: Atelier e casa do mestre Vavan, arte para todo lado

Um lembrete: na Ilha do Ferro não tem farmácia, apenas uma padaria, uma pousada, um hostel, alguns bares e três casas de aluguel por temporada. Dito isto, vamos às dicas:

Pão de Açúcar: Bar do Piaba, a melhor tilápia (inteira) frita

Em Pão de Açúcar, a parada obrigatória é no bar do Piaba, onde a tilápia frita é o manjar do Rio São Francisco. O lugar é bem tradicional, e o peixe dá bem pra três pessoas, com casquinha crocante e macia por dentro.

Pão de Açúcar: cuscuz da Helena basta encomendar

Também encomende o cuscuz de arroz da Helena, tradição nas famílias de Pão de Açúcar. Não tem loja física, é preciso ligar. Fabricação artesanal com leite de coco.

Pão de Açúcar e o belo pôr-do-sol

Assista ao pôr-do-sol,  rende fotos lindas na beira do Rio São Francisco com o Cristo Redentor, e claro, visite o patrimônio cultural da cidade. Para chegar à Ilha do Ferro pode ser de barco, é uma viagem linda pelo Rio São Francisco, mas se vai dormir no povoado, vá de carro, lembrando que a estrada é de barro. Antes de chegar na Ilha do Ferro tem o artesão Leno e suas esculturas de madeira.

Arte do artesão Leno já no caminho para Ilha do Ferro

Gente da Ilha, o sabor do turismo

Ilha do Ferro: Pousada da Vana, cercada pelo jardim da caatinga

Pousada da Vana – Lá tem o aconchego de casa de mãe. É de uma simplicidade, e claro, decorada com o artesanato do marido, Aberaldo, um dos mestres pioneiros na Ilha do Ferro. No quintal da casa, cercado pelo Jardim da caatinga e flores, tem quatro apartamentos com ar-condicionado, e com conforto para uma boa estadia.

Ilha do Ferro: galinha com pirão, uma especialidade da Pousada da Vana

O café da manhã, almoço e jantar bem nordestino, são preparados pela chef da casa, Vana, e servido numa sala aberta que se mistura ao atelier do artista. Vana é uma empreendedora nata. Antes da sua pousada, ela vendeu frutas na feira, e acreditem, “fugiu” para casar com Aberaldo. Com ajuda de amigos e com suas economias, contruiu a pousada dos seus sonhos, até Luciano Ruck já dormiu por lá. Tudo é simples, mas gostoso, café farto, almoço com direito à galinha guisada com pirão, e jantar mas regionalismo com macaxeira, cuscuz e queijo.

Ilha do Ferro: Vana recebe todos como bons e velhos amigos

Casa Abílio  (@casaabilioilhadoferro) – O alagoano André Dantas era turista por temporada da Ilha, mas trocou Noya York pelo povoado. Construiu seu doce lar olhando para o Rio São Francisco. O alagoano também aluga a casa com um quarto com ar-condicionado, duas salas, cozinha e varanda com vista para o Velho Chico. Hospedagem para duas pessoas.

André no Lajedo de Zé Ricardo na Ilha do Ferro

Casa da Amélia – A artista plástica Maria Amélia Vieira e seu bem amado Delson Uchôa são apaixonados pela Ilha do Ferro, tanto que, construíram a casa com conceito de galeria de arte,  com três quartos com ar-condicionado, cozinha, sala e varanda com vista pelo Velho Chico. E quando não estão por lá alugam por temporada.

Casinha da Maria Amélia aluga por temporada

A Casa Cira é mais uma casinha de temporada, muito lindinha, com um quarto, banheiro e sala. Cira é esposa do Vandinho, artesão que faz minis pássaros e que agora, com a esposa, viraram pousadeiros.

Detalhe do Atelier Boca do Vento (casa do seu Fernando, falecido) que colocou a Ilha do Ferro na rota do turismo cultural

O que fazer?

Leve chapéu, protetor solar, roupas leves, garrafinha de água, máscara, e guarda chuva (eu usei), e pernas para que te quero. Em cada esquina tem uma casa de artesão para visitar: as máscaras do Zé Crente, os bancos coloridos do Vavan, os bailarinos do Yang, os gajados do Petrônio, o atelier Boca do Vento (casa do saudoso seu Fernando), os bonecos e pássaros do Aberaldo, os pássaros do Silvinho… Para almoçar e jantar com reserva na Pousada da Vana e na Rejane  (atelier Boca do Vento).

Melhor passeio de barco para tomar banho no Rio São Francisco

Nadar no Rio São Francisco como fez a alagoana Mariana Montenegro (@marianamontenegros) Cavalgar de cavalo foi a opção da Flora Uchôa (@uchoaflora)…  E tem turista, como a artista plástica Bruna Barros, que virou moradora temporária (já vai fazer um ano) e desenvolve um trabalho cultural junto às crianças na Cabra Ilha do Ferro (@cabrailhadoferro).

A Cabra Ilha do Ferro é uma residência artística de exposições. Também promove exposição temporária e recebe artistas que realizam projetos com a comunidade. Atualmente em reforma.

Imperdível: Visitar o Museu do Fernando Rodrigues

Visite o Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos,  um Museu de Arte Popular da Universidade Estadual de Alagoas. Idealizado pelo professor Jairo José Campos da Costa, conta a história de seu Fernando e sua gente.

Na casa do artesão Dedé com a placa  “Aqui tem Artesanato Feito A Mão”

As casinhas têm uma placa:  “Aqui tem Artesanato Feito A Mão”, um projeto do Governo do Estado que guia o visitante pelas casas atelier, que guardam verdadeiras obras de arte nas peças esculpidas em madeira e nos bordados Boa Noite.

Na Ilha do Ferro a arte está presente em cada esquina do sertão

Sobre a Ilha do Ferro: A primeira vez que eu viajei à Ilha do Ferro no ano 2002 foi pra entrevistar seu Fernando Rodrigues. Era um dia de domingo e para chegar ao destino, navegamos pelo Rio São Francisco até a casa do sertanejo que fabricava cadeiras aproveitando o design das árvores do mangue, com poemas e frases feitas à faca nos assentos. Nos idos 90 ele era um ilustre desconhecido, mas já admirado pela artista plástica Maria Amélia Vieira e pelo fotógrafo Celso Brandão.  Muito simpático, quando me viu, ele logo disse: “Domingo é dia de festa, não posso perder, e já tem barco esperando ”, comentou.

Camille, neta do seu Fernando, continuou o legado do avô

A Ilha do Ferro é a cara do seu Fernando (falecido), alegre, divertido, e que continue assim, com o turismo pés no Rio São Francisco e com sua gente receptiva, singela, linda, e que ama uma festa!

Arte do mestre Aberaldo

Rota Pão de Açúcar/ Ilha do Ferro

Distância de Maceió para Pão de Açúcar: 3 h 38 min (238,7 km) via AL-220

Pão de Açúcar

Bar do Piaba – Rua Manoel Rodrigues bairro Tororo,  75/Telefone: 82 99933-4294

Cuscuz de arroz da Helena – Telefone: 82 99637-8626

Bordado Boa Noite, uma tradição da Ilha do Ferro e sempre conta com o apoio do Sebrae

Ilha do Ferro

Casa Abílio @casaabilioilhadoferro – Diária; R$ 250,00 (para duas pessoas)/1 quarto com arcondicionado/  (82) 98171-2723 – Para duas pessoas

Pousada da Vana (@pousadadavana_ilhadoferro)– Diária: R$ 120,00 por pessoa com café da manhã)/ refeição (almoço e café) – R$ 20,00 por pessoa/ E-mail: [email protected]/ Telefone (79) 99682-8438

Hostel Tubarana – Diária R$ 50, 00 com ventilador  – Telefone: 82 98171-2723

Casa da Maria Amélia – Diária R$600 a diária + uma taxa única de R$250(limpeza da casa e lavagem de roupa de banho e cama)/ 3 quartos com arcondicionado/Contatos [email protected] Telefones: (82) 99982-5610 (82)3317-6693 (82)982031709/ Para seis pessoas

Casa Cira – Diária – R$ 80,00 por pessoa (com ventilador)/ Para duas pessoas/ (79) 99943-8947

Atelier Boca do Vento (@atelie_boca_do_vento) – Aluga um quarto com ar-condicionado R$200,00 (diária com café da manhã) e almoço com reservas – Telefone: (79) 9984-7681/ (82) 9969-3296

Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues (@museuilhadoferro) – Funciona de terça a domingo, das 13h até 17h/ Telefone: (79) 99852-9941

Passeios de barcos pelo Rio São Francisco e de cavalo – Dedé: (79) 99962-3252

Artesãos – Petrônio:  (82) 99601-3194/ Yang: 82 98229-5924/ Leno: (82) 99913.8135/ Vavan: (79) 99827-3166/ Zé Crente: (79) 99904-3302

Seu Fernando, da Ilha do Ferro (Pão de Açúcar) e sua natureza da arte, deixou seguidores

Zé Crente e suas máscaras na Ilha do Ferro. Foto de @bruna.barros

Domingos Sálvio Rodrigo assina como D.S.R.

A pequena ave criação do Vandinho

Valmir, genro do seu Fernando, herdou o talento e cria bancos inusitados

Bruna Barros com o esposo na Ilha do Ferro, turistas que interagem com a comunidade

 

 

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.