TOPO
cozinha de boteco Destaques

Macarronada do Cléo com tempero afetivo

Cleonison Alves, o Cléo, é meu amigo de longas datas. E dele guardo uma inveja “boa”, porque o bom rapaz,  no auge da sua juventude, frequentou as melhores macarronadas da nossa Maceió: Zefa, Edson, Eureka, Alvarorada… Mas não era macarronada da cozinha italiana, era alagoana da gema, receita simples, preparada com extrato de tomate e outros ingredientes, entre eles a manteiga do Sertão. E essas massas nutriram uma geração embaladas de farras e festas, finalizadas no prato de macarrão com ovo, leitão, camarão, galinha cabidela… Esta tradição, Cléo trouxe para o seu boteco, Cachorro Engarrafado (@barcachorroengarrafado), nas noites de terça-feira a domingo, a partir das 18h. Amei a que vem com leitão, mas tem a Coitada (apenas molho de tomate), que é deliciosa também.

No Cachorro Engarrafado tem a versão da Macarronada Coitada, apenas com molho de tomate e custa R$ 15

Inspirada na receita clássica das macarronadas da Zefa, do Edson, da Eureka, da  Alvarorada, entre outras, locais onde era freguês, Cléo imprimiu seu estilo, ou seu DNA de chef, e em vez de extrato entrou o purê de tomate nas panelas, incrementou com alho, azeite, e por aí vai. O molho é vultoso, bem temperado e, claro, queijo parmesão para o arremate final. Tem as opções de camarão, leitão, cavala, bolonhesa, e a Coitada (apenas molho de tomate). Sobre a macarronada galinha cabidela, ele responde que só faz se matar a galinha, mas como não tempo, por enquanto vamos ficar sem a penosa.

Língua é uma carne macia e saborosa, deixe o preconceito de lado

Novidades – A língua, preparada por Cléo, também está no cardápio da casa, ao molho de tomate. Mas para ficar macia, ela  passa por um verdadeiro banho de beleza; primeiro retira-se a pele, a carne recebe um banho de água com vinagre e bastante limão, depois segue para a panela de pressão com tomate, cebola, alho, pimentão. Depois de cozida, o próprio sumo da carne é batido no liquidificador com purê de tomate (tem menos sal), pimenta do reino, e pronto, super macia pronta para ser saboreada com pão francês.

Detalhe: Para quem tem receio, um recado: língua tem textura e sabor de carne, eu mesmo já fiz o jornalista Felipe Camelo comer, e amar, claro, depois a gente diz, parabéns, você comeu língua.

Safadeza, um petisco que embalou as festas dos anos douradas tem no Cachorro Engarrafado

E Safadeza, gosta? Este é o nome do petisco mais popular das festas dos anos dourados. É a salsicha, azeitona e queijo no palito de dente. Porque é conhecida com safadeza? Não sei responder, vou deixar para o Cléo explicar no instagram, agora te conto com toda convicção: a safadeza com uma cerveja bem gelada (lá até neva na garrafa) ou caipirosca de fruta, é danada de boa e, por favor, não pensem errado. Estou falando da safadeza, o petisco.

Lambreta preparada de forma tradicional e servido com o próprio caldinho do molusco

Imperdível também é a lambreta cozida no próprio caldo com tomate, cebola, e bastante coentro. Tradicionalmente, o caldinho de sabor aguçado é servido no copinho. Eu sou uma das alagoanas que aprecio, sem moderação, o parente da ostra.

Macarronada com leitão, uma boa pedida do Cachorro Engarrafado

Rota Cachorro Engarrafado

Preço: macarronada: Coitada (apenas com molho de tomate – R$15,00 / com leitão: R$ 50,00/ Lingua com pão – R$ 35,00/ Safadeza (porção 10)- R$ 20,00/Aceita-se cartões

Funciona de terça a quinta das 15 as 24h/ Sexta e sábado de 11h as 24h/domingo de 11h as 19h

R. Cap. Marinho Falcão, 501 – Santo Eduardo/ Telefone: 82 3357 4382

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.