TOPO
cidade de Piranhas Destaques

Meu Sertão Encantado, cidade de Piranhas

 

Viajar pelo Sertão alagoano é sempre bom. Pão de Açúcar, Piranhas, Olho D’Agua do Casado, Delmiro Gouveia, Água Branca, destinos que na minha vida de jornalista tive (e tenho) o prazer de conhecer; são também roteiros turísticos que batizei de Meu Sertão Encantado, afinal, cada lugar tem suas belezas naturais, arquitetônicas, história e gastronomia para a gente guardar no coração.

Foto do @sertao_sup no Espaço Ecológico Angicos no Rio São Francisco

Na minha ultima expedição, vivenciei o roteiro turístico, cultural, ecológico e gastronômico, com direito aos famosos pitus, nosso camarão gigante das águas doces no Espaço Ecológico Angicos, caminhei pelo povoado de Entremontes, dancei xaxado no centro histórico, tomei café na torre da Estação, e, claro mergulhei do Rio São Francisco. Bom, depois a Pedra do Sino Hotel me deu acolhida merecida. De lá se tem a mais bela vista do Velho Chico.

Da piscina da Pedra do Sino Hotel, a vista mais bonita da cidade de Piranhas e o Velho Chico

Sigam meu roteiro

Rio São Francisco e a igrejinha na cidade de Piranhas

Barcos – Um dos passeios que mais preenchem meu coração é navegar pelo Rio São Francisco, nosso Velho Chico, com seus milhares de redemoinhos. Dá um medo danado, mas o barco nunca virou. Mas, claro, só mergulhe nos lugares indicados, nada de aventura, porque só os ribeirinhos é que são que nem peixe e desafiam a profundidade do rio.

O catamarã rumo ao Espaço Angicos, sai de terça a domingo, a partir das 9h. Mas não se apoquente, a lancha voadora e os barquinhos partem a qualquer hora. E assim a embarcação sai deslizando e bordando os morros.

Cidade de Piranhas é uma das estrelas do Rio São Francisco

A cidade de Piranhas vai ficando para trás e como é lindo ver os casarios, igrejas, barcos, estação de trem e, se for no inverno, até setembro tudo fica verdinho. No verão, o cenário é seco, mas nada estraga a beleza das águas verdes do Velho Chico.

Espaço Angicos, é restaurante e o ponto de partilha para trilha de Lampião

Paz – A primeira parada é no lado sergipano, no Espaço Angicos, sob a batuta da família da alagoana Gilda Nunes. Conheço o lugar de longas datas, é o cantinho de comer, beber e viver, que a cada vez está mais lindinho, um verdadeiro oásis no Sertão. É um sítio com suas árvores frondosas, tudo muito bem cuidado, com redes, gazebos e até mesas e cadeiras na beira do Rio para se aplicar a lei do menos esforço, ou seja, a cerveja gelada, ou suco, e os petiscos vêm até você.

Na trilha de Lampião desnuda a beleza da caatinga

Caminho – Quem deseja viver uma aventura histórica no Espaço Ecológico Angicos é só seguir a trilha do Lampião. São 680 metros de chão seco, pedras, caatinga, além de explicações históricas e geográficas sobre o caminho feito pelos volantes (soldados) até o esconderijo do Lampião e seu bando, onde foram executados.

Na trilha de Lampião, apreciamos a paisagem seca, a vegetação típica da caatinga, solo vermelho e animais, como saguis, calangos e os cantos dos pássaros. Segundo oSuperintendente Executivo de Cultura e Turismo, Jairo Oliveira, estudioso do Lampião, o cangaceiro foi primeiro ecologista do Sertão, afinal, caatinga foi sua proteção e o forte de mandacarus contra os seus inimigos.

A trilha leva até o lugar onde Lampião, Maria Bonita e seu bando foram executados

Dica: levar água para o trajeto, pois o calor é intenso, chegando a 38º, além de roupas apropriadas, e, claro, muito protetor solar.

Espaço Angicos, oásis no Sertão

O caminho de volta para o Espaço Angicos é o mais esperado da trilha, porque saíamos do calor imenso direto para um mergulho nas águas geladas do Velho Chico. E, como dizem: quem se banha no Rio São Francisco sempre volta. Comigo aconteceu.

Pituzada com pirão, tradição da cidade de Piranhas

Pitus – A hora mais sagrada no Espaço Angicos é a de comer.  O tempero é de duas gerações, dona de Gilda e sua filha Angecila, formada em gastronomia. Ambas são duas chefs afinadas na cozinha. Da mãe, a tradicional pituzada, e da filha, um dos destaques, é a Farofa Cangaceira, bem crocante, fininha, bem temperada e de receita guardada sob segredo de sete chaves.

Aposte nos pitus nas cascas para ter o prazer de chupar o caldinho do crustáceo no leite de coco, depois é só despir os camarões gigantes e saborear com pirão. Um pouco de pimenta cai muito bem. A farofa da Angecila, a gente come sozinha, sem nada; mas pode misturar no caldinho do pitu. Também prove a tilápia frita, tudo muito delicioso. De sobremesa, o doce de coroa de frade.

Farofa Cangaceira do Espaço Angicos da chef Angecila a gente come sozinha

Espaço Ecológico Angicos –  R$ 95  por pessoa com passeio de catamarã e almoço. Preços especiais para grupos acima de 20 pessoas/ Trilha de Lampião: R$ 10 por pessoa com duração de 1hora/ Telefone: (82) 98745-1286

Crianças de 0 a 5 anos não paga ,de 5 a 10 nospaga metade e acima de 10 paga normal

Passeios até Entremontes somente em barcos pequenos e  valores sob consulta

Lancha para 2 pessoas R$ 180,00/ acima de 3 fica em 60 por pessoa

Pedra do Sino Hotel, lugar para os apaixonados e família viver ótima temporada em Piranas

Hospedagem – Todo mundo que se hospeda na Pedra do Sino Hotel tira centenas de fotografias da piscina. Aliás, nunca vi uma piscina tão famosa como a do Sino. Mas tem uma explicação; dela registramos a mais bela vista da cidade de Piranhas com o Rio São Francisco.  No meu imaginário, o Velho Chico sai bordando entre os morros Imagine na noite de lua, os passos de cor de prata no Velho Chico, um escândalo de beleza.

Conheci a Pedra do Sino Hotel no seu primeiro ano de vida, 2011. Tinha apenas oito apartamentos, e nem tinha piscina. Atualmente são 27 apartamentos e é uma das mais queridas da cidade de Piranhas. A pousada tem a história do casal Francisco de Assis e Eliane Clemente, que, apaixonados pela cidade, resolveram empreender no turismo, mesmo sem nenhuma experiência no setor.

Os apartamentos da Pedra do Sino Hotel

Mas a paixão falou mais alto e o casal, ao lado do filho Eduardo, está fazendo bonito em Piranhas. A história começou com aposentadoria do Francisco. Foi quando apareceu a proposta de valorização do Mirante do Século 20.

“Eu não tinha experiência, mas aceitei tocar o barco. Iniciamos com um restaurante através de uma concessão e com o tempo tivemos a idéia de iniciar no ramo hoteleiro. Batalhamos e hoje estamos felizes em receber os hóspedes como amigos”, diz Francisco, que foi técnico de segurança do trabalho da usina hidrelétrica de Xingó.

O café colorido e regional da Pousada Pedra do Sino

Rapadura – O doce da cana de açúcar, tão comum na nossa mesa, no café da Pedra do Sino Hotel é uma iguaria excêntrica para turistas, principalmente os estrangeiros. Na primeira mordida, o mel de engenho encanta os paladares.

Além da rapadura, o café da manhã é regional com macaxeira, cuscuz, queijo coalho, manteiga do sertão, bolachas, frios e o bolo de milho, que merece toda estima. A Pedra do Sino Hotel fica no alto do Centro Histórico onde também está localizado o Flor de Cactus Restaurante que  infelizmente não conheci, pois fecha às 17h. Na minha próxima viagem vou lá provar mais quitutes do Sertão.

Grupo Xaxado Altemar Dutra com os turistas no centro histórico da cidade de Piranhas

Pedra do Sino Hotel:  Diária a partir de R$ 280 o casal com café da manhã/ Rua Alto do Mirante, Centro Histórico – 1600, Piranhas/ Telefone: (82)3686.1365

Descubra mais a cidade de Piranhas

Museu do Sertão funciona na antiga estação ferroviária, um dos principais monumentos arquitetônicos da cidade

A cidade de Piranhas é tombada como Patrimônio Histórico Nacional.

No Povoado de Entremontes, na cidade de Piranhas, as mulheres bordam ponto de cruz e redendê

O Rio São Francisco e suas igrejas em Piranhas

Feito a mão: Boa Noite é feito manualmente pelas mulheres do povoado de Entremontes

Doce de coroa de frade no Espaço Ecológico de Angicos

«

»

4 comentários
  • Gilson Santos
    2 anos Atrás

    A Nide Lins é sempre um show a parte mas o SERTÃO É SURPREENDENTE!

  • João
    2 anos Atrás

    Me deixou com vontade de voltar a Piranhas! parabéns pela matéria, muito bonita a historia de empreendedorismo do co casal Francisco e Eliane.

  • Elson Folha
    2 anos Atrás

    Parabéns por divulgar nossa cultura, resgatar pessoas e as belezas da nossa terra, aqui da minha querida Piranhas a Lapinha do Velho Chico, na próxima mostre o que tem de melhor o povo piranhense. Continue nos presenteando com boas e fantásticas informações.

  • João de Carvalho Farias
    2 anos Atrás

    Já fui no restaurante flor de cactos a vista ñ tem igual tudo uma delícia.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.