TOPO
Gastronomia Lanche Receitas

Viva São João!

Comidas juninas, o manjar dos santos nordestinos

Comidas juninas, o manjar dos santos nordestinos. Na foto quitutes da chef Julian Almeida

Viva São Pedro, Santo Antônio, e todos os santos que regem as festas juninas do nosso Nordeste. Época linda de cantar: Olha pro céu, meu amor/ Vê como ele está lindo… Tempo de forrozar, dançar quadrilha e saborear as deliciosas comidas juninas. Para dar mais sabor às festas, siga meu breve roteiro das tradições, e para finalizar, tem a receita da chef Juliana Almeida de carne de panela com creme de milho, muito bacana.

Canjica tem o ano todo na Casa da Pamonha no Centro de Maceió

Canjica tem o ano todo na Casa da Pamonha no Centro de Maceió

Casa da Pamonha –  Durante 40 anos, a Casa da Pamonha, (centro de Maceió) sob a batuta da alagoana de Capela, Cícera Leobino de Oliveira, faz a alegria gastronômica não só nas festas juninas, mas todo santo dia. Ela e sua família fazem no capricho: pamonha (doce e salgada), canjica, mungunzá de milho branco (o melhor de Maceió), milho cozido, bolo de milho e de macaxeira. Na cozinha de Cícera, nada é industrializado, o milho é verde, e o leite de coco é da própria fruta. Ingredientes naturais é o segredo do sucesso das comidinhas da alagoana. Rua Barão de Maceió, 197 (depois da Santa Casa em direção ao Teatro Deodoro) – centro – Telefone: 8824-3662.

Arroz doce da Casa da Pamonha

Arroz doce da Casa da Pamonha

Perfeição: o bolo de milho do carrinho do Jailton é fofinho, e de tão macio quebra-se fácil,

Perfeição: o bolo de milho do carrinho do Jailton é fofinho, e de tão macio quebra-se fácil,

O carrinho do Jailton Oliveira tem 25 anos de tradições de comidas de milho e em qualquer época do ano.  Diariamente, o alagoano bate o ponto na calçada da padaria Nossa Senhora, na Avenida Rotary. Dos produtos que provei, elegi o bolo de milho como o melhor de todos. Pamonha (doce e salgada), canjica, milho cozido, mungunzá, tapioca e os bolos de macaxeira e de milho. Todos os quitutes bem fresquinhos, porque todo dia, a partir das 4h30, seu Jailton já está no Mercado da  Produção. Ali ele escolhe as melhores espigas, adquirindo normalmente cinco mãos (250 unidades) e um cento de cocos. O carrinho que religiosamente estaciona de segunda a sábado, vende tudo.  Carrinho do Jailton. Telefone 8853.7009 e 3341.044.

Seu Jailton com seu filho, trabalho em família é o segredo do sucesso

Seu Jailton e seu filho no famoso carrinho. Trabalho em família é o segredo do sucesso

Bolo de massa puba é macio e molhadinho, um dos sucessos da Tapioca da Cicera no mercado

Bolo de massa puba é macio e molhadinho, um dos sucessos da Tapioca da Cicera no mercado

O  bolo de massa puba da famosa “Tapioca da Cicinha” também é imperdível. Massa macia e molhadinha, e para completar, um café bem quentinho. Por dia são 12 bolos de 30 cm preparados pela Cicinha, a Cicera Ferreira Santos, pernambucana casada com o paulista José Roberto Alves, o Beto. Há 19 anos o casal comercializa farinha de tapioca, de massa puba e coco ralado. Tapioca que Delícia (Portão 14). Mercado da Produção. Das 5h30 até as 14 horas de Segunda a domingo – Telefones: 8823.7208 e 88459208.

Pudim de milho do Bodega do Sertão

Pudim de milho do Bodega do Sertão é de comer rezando

No Bodega do Sertão também  todo dia, tem fartura das comidinhas juninas no almoço e jantar. E lá tudo é bom. Pudim de milho é nota 10, a iguaria à base de leite condensado, vai se acabar, ou melhor, ganhar uns quilinhos a mais, porque é bom. Avenida Júlio Marques Luz, 62 – Jatiúca. Telefone (82) 3327-4446.

Milho cozido, outro item sagrado das festas juninas

Bodega do Sertão: milho cozido, outro item sagrado das festas juninas

Pamonha produzida pela chef Juliana Almeida

Pamonha produzida pela chef Juliana Almeida

 

A chef Juliana Almeida preparou um banquete junino para convidados no evento “Quinta gourmet”. A chef sempre se inspira na cozinha da família para preparar seus quitutes. Adorei a carne de panela com creme de milho. Veja a receita, e viva São João, São Pedro e Santo Antônio.

 Panela de carne com creme de milho – Receita de Juliana Almeida 

Carne de panela com creme de milho, receita pra qualquer época do ano

Carne de panela com creme de milho, receita pra qualquer época do ano. A chef Juliana fez na loja  Tthelure


Pra carne de panela

1 kg de lagarto uma garrafa de vinho branco ervas diversas como : alecrim, salsinha( um pouco de cada) uma cebola cortada  grosseiramente 3 dentes de alho amassados 6 colheres de sopa de azeite 1 xicara de vinagre branco 1 rama pequena de canela 3 dentes de cravo 1 colher de sopa de mel de engenho

Esse tempero fica de 6 a 8 horas marinando. Após o tempo, aqueça uma panela de preferencia, de fundo grosso e comece a selar a carne. Dica da chef: coloque o açúcar na panela, e deixequeimar para adicionar a carne. Doure todos os lados. E aos poucos, com o fogo de médio para baixo, vá acrescentando o caldo da marinada e deixe cozinhar lento até que a carne esteja macia ao ponto de ser desfiada com as mãos.

Retire a carne do cozimento para desfiar. Reserve o caldo. Após desfiada, retorna para panela e coa o caldo do cozimento. Novamente esse caldo reduzido é acrescentado à carne já cozida.

Para creme de milho: 3 latas de milho 200 gramas de manteiga 1 cebola picada bem pequena 400 ml de creme de leite 150 gramas de parmesão ralado.

Doure a cebola na manteiga e acrescente o milho. Refogue ligeiramente. Acrescente o creme de leite e o parmesão sem deixar ferver. Ajuste o sal e pode desligar.

Retire 13 do creme de milho e bate no liquidificador e mistura aos grãos de milho.

Numa vasilha coloque o creme de milho e por cima a carne de panela perfeitamente.

 

 

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.