TOPO
Destaques Mais lidos

Lolita sem glúten, bi campeã

Comidinhas da Lolita Sem Glúten (foto acima do bolo vulcão, sem glúten e sem lactose) conquistaram pela segunda vez o primeiro lugar de acessos com 10.836 visitas. Em segundo lugar, a história dos 10 anos da cuscuzeria (@cuscuzeriacafe) da Manu Magalhães com 7.718; e no terceiro posto, hamburgueria Pig Face Maceió (@pigfacemaceio) que criou o hambúrguer em homenagem ao seu Moacir com 4.758. Vamos recordar os vencedores de agosto:

As margaridinhas sem glúten, as melhores da cozinha da Gabriela

1. Lolita sem Glúten (@lolitasemgluten)

Fiquei fã das margaridinhas da Lolita Sem Glúten. Elas são preparadas à base de amido de milho, farinha neném e queijo parmesão. Quem come pela primeira vez jura que é de farinha de trigo, porque é delicada e derrete no céu da boca. A empresa da alagoana Gabriela Quintella produz bolos, pizzas, pães, kibes, empadinhas, churros, biscoitos, pães, inclusive o francês. Tudo por encomenda, para os celíacos serem felizes. E algumas comidinhas também são com zero lactose.  Lolita Sem Glúten (@lolitasemgluten) / Telefone para encomendas:  (82) 99115 8835

2. Cuscuzeria Café (@cuscuzeriacafe)

Cuscuzeria: meu predileto cuscuz recheado com calabresa

Conheci o cuscuz recheado feito por Manu,  através do chef Wanderson Medeiros: “Você precisa conhecer um cuscuz recheado, é muito bom!”.  Lá se vão dez anos, e guardo ótimas lembranças da minha época na redação  de O Jornal. A gente saia faminto pela massa de milho, que é bom com manteiga, ovo, carnes guisadas… O meu preferido é o de linguiça, mas a chef me contou o que de carne de sol na nata, lidera a preferência nacional. Dez anos não são dez dias, é muito cuscuz para celebrar a ideia genial dessa pernambucana de coração, Manu, em rechear o cuscuz, uma glória. E o dela é macio, molhadinho, é perfeito pra cabra nenhum botar defeito. @cuscuzeriacafe: Funciona de terça a sexta das 16h as 22h/ Sábado, domingo e feriado das 8h as 12h / das 17h as 22h/ Av. Dr. Antônio Gomes de Barros, 1076 – Telefone: (82) 3021-1019

3. @pigfacemaceio

Hambúrguer batizado de Reino, uma homenagem ao seu Moacir, da lanchonete Caldilar.

Em plena pandemia, o meu seguidor Ricardo Lima (@ricardolima_24549), rapaz adepto a esportes, me perguntou se eu poderia provar o hambúrguer do Pig Face Maceió (@pigfacemaceio), de seu professor de natação, Tony. Claro que aceitei e, como de sempre, eu lhe  disse que se gostasse faria matéria, porque a história, por si só, já merecia: um professor de Educação Física que se reinventou na crise. E os tais hambúrgueres chegaram lindinhos e saborosos, e o que mais gostei foi o batizado de Reino, uma homenagem ao seu Moacir, da lanchonete Caldilar.

Com a pandemia causada pela Covid-19, Eliantony Ferreira, conhecido por Tony, parou com as aulas de natação e seu amigo e sócio, Gustavo jatobá, que é DJ,  também ficou sem tocar. E aí veio a clássica pergunta: “o que fazer para sobreviver?” A dupla já fazia hambúrguer em casa apenas para os amigos, daí surgiu a hamburgueria Pig Face Maceió, no bairro de Barro Duro. Pig Face: Maceió Rua Boa Esperança, 204 Barro Duro/ Telefone: (82) 99681 3119

Hambúrguer Pig Face Maceió chega em casa bem embalado

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.