TOPO
Destaques Evento

Comida mineira no Akuaba

“Comida mineira no Akuaba”?!  Oxente, o que é isso? Muita calma nessa hora, ou melhor, preparem as bocas, porque neste sábado (30), às 18h, tem o Encontro de Sabores com comidinhas “di butecos mineiros” para celebrar os 25 anos do Akuba. Uma das estrelas convidadas é o nosso Divina Gula, sob a batuta do chef André Generoso. Para fazer muitos gols na cozinha brasileira, ele entra para jogar com os mineirinhos: Bar do Zezé, Bitaca do Leste, e, claro, o chef Jonatas Moreira, que vai comandar o jogo de sabores.

Os mineiros Vitor Martins do Bar do Zezé e Luiz Paula do Bitaca. Os alagoanos de coração, André Generoso do Divina Gula e Jonatas Moreira do Akuaba

Eita, trem bão, sô! Não sei o que vou comer, a gente só sabe na hora, mas sei que será tão bom como foi a edição do Encontro dos Botecos Alagoanos (Tonho, Rogildo, Cadoz, Churrasquinho da Mary, Pelado e Tapioca Nosso Xodó). Agora é a vez do torresminho, do pãozinho de queijo, fubá, costelinha…

Time Mineiro

Bolovo: Ovo de cordona recheado com cordeiro

Divina Gula: Desde os meus 20 poucos anos, sou fã do mineiro e alagoano André Generoso. Afinal, foi o primeiro chef que conheci, isso numa época em que a palavra chef nem existia. A sua gastronomia também marcou os anos 80 por abrir o primeiro restaurante de comida mineira da cidade. E lá se vão 30 anos, e a gente morrendo de amores pelo caldinho de feijão com torresmo, picanha na chapa e tutu a mineira (coisa de louco). Para o Encontro dos Botecos Mineiros, o Divina Gula vai levar o bolovo, versão do tradicional petisco de boteco com ovo de codorna (milanesa) com recheio de cordeiro e molho chimichurri. Também vai ter snack de frango caipira com picles de quiabo e Caol (cachaça, ,arroz, ovo e linguiça) metido a besta.

O chef André Generoso do Divina Gula no Encontro dos Botecos Mineiros

Bar do Zezé

Em 2011, o Bar do Zezé levou o primeiro lugar no festival Comida di Buteco, com o petisco “Sonho meu: músculo cozido, acompanhado de feijão andu, calabresa, bacon e mandioca amarela na manteiga de garrafa”. Com mais de dez anos de história e outros dois primeiros lugares no Comida di Buteco (2004 e 2006), o Bar do Zezé começou como uma pequena quitanda, que vendia frutas, legumes e enlatados. Quando a cerveja e tira-gostos entraram na roda, o lugar teve que ser ampliado para comportar a clientela que não parava de crescer.

Torresmo, uma tradição mineira presente no Encontro de Botecos

Bitaca da Leste

Bitaca é uma palavra que, em Minas, significa vendinha ou pequeno armazém. Por extensão, pode ser também um pequeno boteco. A Bitaca da Leste fica em uma pequena casa de esquina na rua Salinas, perto do mercado distrital do Santa Tereza, bairro histórico e tradicional zona boêmia de BH. O bar em tudo lembra uma vendinha. Nas estantes de madeira, encontramos cervejas artesanais, molho de pimenta, café, conservas, geleias, queijos, cachaças – tudo produzido em Minas Gerais. A Bitaca é tocada pelo Luiz e agora em novembro chega há cinco anos de existência.

Luiz do Bar do Zezé

História –  A primeira edição do Encontro de Sabores aconteceu em 2014 para celebrar os 20 anos do Akuaba, restaurante comandado pela  baiana Vera Moreira que começou sem pretensão, apenas cozinhando na sua casa em Garça Torta para os amigos. Coube ao marido Osvaldo, empreendedor nato, transformar o dom de Vera no Akuba, que, no dialeto africano, significa “Bem Vindo”. Em 2018 o espaço ganhou o título de Melhor Cozinha Brasileira pela Revista Prazeres da Mesa.

Chef Jonatas Moreira comanda mais uma edição Encontro de Sabores

Rota Encontro de Sabores

Sábado, dia 30, as 18h, com comidinhas dos botecos mineiros

Para mais informações e reservas: (82) 99997-7870

Akuaba- Rua Ferroviário Manoel Gonçalves Filho, 6- Jatiúca

Reservas através do: (82) 9997-7870

 

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.