TOPO
café regional Destaques

Picanha no café regional

No mês de janeiro conheci o Comedoria Nordestina, através do chef Rodrigo Aragão, que fez a consultoria para o restaurante. Provei tanta comida que não tive mais espaço para experimentar o café regional e prometi que voltaria. Oito meses depois retornei. Levei um tempão, é verdade, mas quando voltei, lembrei que a família do Jorge Gouveia é de fartura, e provei muita comida gostosa.

Difícil é eleger a melhor, mas a picanha de carne de sol com cuscuz e macaxeira… É dos deuses. A carne é macia, gordura sem exageros e, claro, a gente escolhe o ponto da carne. Para escoltar a belezura, três acompanhamentos. Destaque para a macaxeira bem molinha, que derrete no céu da boca, e o cuscuz bem fofinho que pede manteiga para finalizar. Mas tem batata doce, queijo, inhame, ovos e pão para escolher.

No cafe regional da Comedoria o cliente pode escolher uma proteína e três acompanhamentos

Tradicionalmente, a família do Jorge Gouveia (idealizador do empreendimento), gosta de fartura, muita sustança e sabor. Provei além do café regional. Veja o que mais gostei:

Tradição: Carneiro guisado com cuscuz

Clássico – No café regional tem opção para uma ou duas pessoas, todas com uma proteína e três acompanhamentos. Um dos destaques é o carneiro guisado, e dos bons, com aquela graxinha para molhar no cuscuz ou macaxeira.

Sopa com tempero de mãe, pão grelhado, café e leite

Sabor – Para quem deseja aquela sopinha de mãe, a Comedoria Nordestina tem e das boas, com pão grelhado, café e leite. Apenas R$10,00.

Camarão com legumes é muito bom, e ainda pedi um pão

Bom demais: De um lado do prato, camarões grelhados; na outra banda, legumes refogados nos crustáceos com manteiga de garrafa com um pouco de páprica. Resultado, os legumes ficaram tão maravilhosos que pedi pão para comer junto. Nota 10.

Espetinho de charque com farofa e vinagre feito com muito esmero

Espetinhos – O de charque (corte de cupim) é muito bom, macio e vem com farofinha preparada na manteiga de garrafa e vinagrete bem minúsculos.

Imperdível: caldinho de galinha caipira da Fazenda

Trajetória – Como na cidade alta tem muito churrascarias, o empresário Jorge Gouveia percebeu que um restaurante de comida nordestina caberia bem no bairro da Santa Amélia, e acertou.  Abriu em dezembro de 2018.

Jorge reuniu a família, mas quem comanda a cozinha é sua nora, Mariana Chagas, formada em Direito, mas cozinheira de mão cheia. Ele ainda conta com auxílio luxuoso da esposa, Rosa, e do filho Jader. E uma equipe de cozinha afinada. Detalhe: boa parte dos insumos vêm da fazenda da família, em São Miguel dos Campos, como galinha, carneiro, macaxeira, inhame…

Doce – A cartola, de roupagem nova. A banana é empanada na farinha panko, f e preenchida com doce de leite, queijo manteiga ralado

A cartola, de roupagem nova. A banana é empanada na farinha panko, frita e vem enroladinha e preenchida com doce de leite, queijo manteiga ralado em cima, e sorvete de coco da Belo Monte (sorveteria descoberta pelo chef Rodrigo).

Detalhe do restaurante Comedoria Nordestina

Rota Comedoria Nordestina

Jantar regional: Sopa com pão grelhado, café e leite- R$ 10,00/ Jantar individual a partir de R$ 20,00/ para duas pessoas: R$ 40,00

Almoço: Prato executivo: R$15,00/ Pratos para dois a partir de R$40,00/ Aceita-se cartões

Av. Jorge Montenegro Barros, Qd. J, Lote 12, Durville – Santa Amelia, Maceió / Telefone: 3185.9238/ Funciona de terça a quinta 11 às 22. Sexta e Sábado das 11h as 23h/ domingo 11 às 22h .

Costelinha suína, uma das estrelas do restaurante da Santa Amélia

«

»

2 comentários
  • Everton Santos
    1 semana Atrás

    Ambiente muito agradável. Nas vezes que fui com minha família foram de altos e baixos. No início do ano tivemos um dos pontos altos com uma comida bem temperada e no ponto. Outro detalhe é a isca de queijo coalho e o molho de goiabada. Uma delícia. Os guizados de miúdos e carneiro são de outro mundo.
    Os pontos baixos vão: do atendimento de “alguns” garçons (Como em todo lugar) que as vezes não sabem explicar os itens do cardápio; o excesso de verduras em alguns prato, pois nas primeiras vezes que fui com a minha família nos deparávamos com o excesso de carne no prato executivo; e a falta de tempero nos prato.
    Mas vale a pena ir e provar as delícias do lugar.

  • ROBERTO SANTOS
    1 semana Atrás

    Sensacional, bem sugestivo.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.