TOPO
Destaques Turismo

As belezas de Olho D’Agua do Casado

Nas minhas viagens pelo Sertão alagoano, a cidade de Olho D’Água do Casado, com a bela praia da Dulce (Rio São Francisco), era apenas o ponto de embarque para pegar o barco rumo ao restaurante Ecológico Castanho, em Delmiro Gouveia. Mas, graças a dica do guia de turismo, Henrique Dantas, acrescentei no meu roteiro o almoço na charmosa casa de Claudilucia da Silva, mais conhecida por “Cláudia”, uma alagoana que cozinhou para o povo da novela O Velho Chico. Lá, na cidade ainda tem o caldinho de mocotó e o pôr do sol nos Cânions Dourado (foto de @jorgeholandafotografo) para deixar o itinerário mais bonito.

Praia da Dulce em Olho d’Água do Casado, ponto de embarque para o passeio pelos cânions do Velho Chico

Vamos começar pela história de Cláudia. Ela ficou famosa por dois motivos: além de cozinhar para a equipe da novela da Rede Globo, também teve sua casa reformada no quadro Lar Doce Lar, de 2016, do programa do Luciano Huck. A casa, muito lindinha, com uma forte identidade nordestina, virou uma espécie de restaurante de cozinha regional, mas só recebe com reservas.

Vaca atolada (macaxeira cozida com carne), xerém, galinha guisada e maxixe no leite de coco da cozinha da Cláudia

Assim, sendo, o guia Henrique Dantas marcou um almoço de domingo com a agência receptiva Candeeiros Ecotur, que organiza trilhas pela Caatinga com almoço e jantar na casa de Cláudia.

O dom de cozinhar vem de berço. Sua mãe Maria Lucia fazia xerém (cozido de milho), que é muito bom.  Aliás, o pessoal da novela comeu muito bem mesmo. Embora, a alagoana, como diz o ditado popular, tenha comido o pão o que o diabo amassou. Ela sofreu descriminação por ser mãe solteira, mas no seu caminho encontrou vários anjos da guarda, que a ajudaram a dar a volta por cima.

Casa da Claudia foi reformada no projeto Lar Doce Lar de 2016 no Programa do Luciano Huck

Cláudia é empreendedora e merendeira, mãe de Matheus. Casou com João de Melo e teve a filha Geovane. Da sua cozinha sai galinha velha, maxixe no leite de coco, vaca atolada, pudim de leite, pão caseiro… Tudo com tempero de felicidade.

Cláudia, a cozinheira mais famosa do Rio São Francisco, e sua linda história de superação

Para compartilhar esta felicidade gastronômica bastar acertar com a Janaína, da Candieeiros Ecotur. Aproveite para fazer a trilha pela caatinga até o Cânions Dourado, e assistir o espetáculo do pôr do sol no belo Rio São Francisco ao som do saxofone do Farney da Filarmônica da cidade de Piranhas.

Cânions Dourado, e assistir o espetáculo do pôr do sol no belo Rio São Francisco ao som do saxofone do Farney da Filarmônica

Caldo de Mocotó – Na movimentada AL 220, ligando os municípios de Delmiro Gouveia e Olho D’Água do Casado, o pequeno empreendimento,  batizado de Caldo de Mocotó, é parada obrigatória. Ali se saboreia, ao longo de mais de 40 anos,  uma receita simples e de sucesso líquido e certo. Além do caldinho, a casa disponibiliza cachaças preparadas com cascas das árvores da região e, de quebra, um bom café forte.

Caldo de Mocotó de Olho D’ Água do Casado

Aviso aos viajantes: não é um simples caldinho de mocotó, é o melhor de Alagoas. Existe um ritual para beber o caldo preparado, com esmero, por Dona Maria Aparecida Maciel. No balcão, quem ensina o passo a passo do modo de saborear o dito cujo, é o esposo da Maria, Antônio Silva. Primeiro ele entrega um ovo cozido e pede para o cliente descascar e, em seguida, o esmagar com o auxilio da colher no pequeno prato fundo de alumínio; finalmente é adicionado o caldo bem aquecido, resultando num um creme substancioso, capaz, como dizem, de levantar “até defunto”.

Fachada da casa da Claudia em Olho D’Água do Casado

Rota Casa da Claudia e trilhas de Olho D’Água do Casado

Candeeiros Ecotur: (82) 98838-3509

«

»

2 comentários
  • Evelina Antunes de Oliveira
    2 semanas Atrás

    Que beleza! Muita saudade!

  • Francisca Lima Lessa Lobo
    2 semanas Atrás

    Esse lugar é tudo de maravilhoso. As pessoas, a comida, a paisagem e a hospitalidade, a casa da dona Claudia, a Minha amiga Janaina com sua trilha até o Cânion Dourado e o Mirante do Talhado onde o Sr. José Francisco é dona Inácia recebem a gente como verdadeiros príncipes. Essa querida amiga Nide Lins sabe bem das coisas boas.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.