TOPO
Destaques escola

Vamos aprender a cozinhar?

Conheça a história das chefs Amanda e Polianny professoras do Instituto de Gastronomia das Américas (IGA), nova franquia de cursos de gastronomia em Maceió

Amanda e Polyana, professoras do IGA

Durante séculos as mulheres podiam cursar apenas até o primário, e o destino reservava a elas a cozinha, “lugar de mulher”. E saber cozinhar era uma prenda doméstica para casar e ser feliz. Mas como diz o ditado popular, “o mundo dá muitas voltas”, e saber lidar com as panelas é abrir novos horizontes em qualquer lugar do mundo.

A cozinha liberta, que o diga as gastrônomas Amanda Calheiros e Polianny Gusmão que além de gostarem do fogão, agora são professoras do Instituto de Gastronomia das Américas (IGA), uma franquia presente em seis países, em 17 estados brasileiros, e aportou em Maceió para quem deseja ter diploma de curso técnico de Gastronomia e Alta Cozinha com rapidez, qualidade, e 90% de aulas praticas.

Massa caseira e colorida naturalmente, uma das receitas do curso do IGA

Amanda Calheiros veio de uma família de cozinheiros, e escolheu a cozinha da IGA para passar seus conhecimentos aos futuros profissionais dessa área. “Me encontrei no mundo acadêmico e no IGA a gente alia teoria e prática, ou seja, ensinamos novas técnicas e já vamos colocando a mão da massa. A aula fica mais dinâmica e o aprendizado é mais rápido”, diz Amanda.

“Cozinhar não é simples, principalmente para quem deseja seguir a profissão, é preciso aliar dom e conhecimento”, conta a professora do IGA, Polianny Gusmão. Na família da alagoana, os avós faziam bolos para vender e assim ela se encantou pela gastronomia.

Novas turmas de gastronomia começam dia 19 de agosto

Amanda e Polianny apresentaram o IGA da melhor forma, literalmente com a mão na massa, cada uma fez uma comida caseira e colorida, usando as tintas do espinafre, cenoura e beterraba, nada químico. Claro, depois provei as massas e no final da postagem tem receita.

“No instituto o aluno conta com toda tecnologia, como forno combinado, panelas de última geração, mas também ensinamos a preparar a comida como no tempo de nossas avós, como preparar os caldos, os pães, os bolos e as mais variadas receitas” conta Polianny Gusmão.

Aula prática de massa chocolate com recheio de doce de leite

O curso do IGA tem duração de dois anos, há cursos curtos de 3 e 4 meses, mas também acontecem oficinas com chefs convidados, sobre as tendências da gastronomia a exemplo do hambúrguer artesanal.

Outra novidade bem bacana do IGA é os “Cozinheirinhos”, curso para os futuros chefs, de 8 a 14 anos. E são os alunos mais entusiasmados, afinal, é oportunidade única de aprender a cozinhar e despertar novos talentos.

IGA no tem curso para os “Cozinheirinhos” os futuros chefs,

“Na cozinha do IGA, os ingredientes locais, como o queijo manteiga, coalho, manteiga de garrafa, também dão sabor na sala de aula. Ensinamos a técnica, mas o aluno é instigado a elaborar novas receitas”, conta Amanda, que também preparou uma massa de chocolate com recheio de doce de leite.

Amanda e Polianny, nova geração da gastronomia, estão confiantes de que fazer os cursos do IGA é abrir as novas portas de mercados, mas também é a realização de um sonho, cozinhar com prazer, e convidar os amigos para compartilhar sabores.

Aulas de confeitaria no IGA

Saiba mais

  • No IGA o valor da mensalidade já inclui o material didático, os insumos, a dólmã (roupa de chef), não existe custo adicional.
  • Para quem deseja entrar no mundo da gastronomia, as aulas do IGA começam no próximo dia 19 de agosto e as inscrições já estão abertas na sede da escola
  • No dia 01 de agosto tem Workshop sobre hambúrguer gourmet e 08 de agosto de pizza artesanal.
  • IGA expandiu seus horizontes para chegar além das fronteiras da Argentina. Hoje tem franqueados nos Estados Unidos, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai além de sua extensa rede na Argentina.
  • Mais informações: IGA: Av. Dona Constança de Góes Monteiro, 1702 – Jatiúca,
  • Telefone: (82) 3025-0322/ Site: https://www.iga-la.com/bra/

Receita de Massa Caseira colorida

A receita de massa caseira colorida com espinafre e beterraba ao molho cítrico, foi uma aula das chefs professoras Amanda e Polianny . E claro, no final, comi e aprovei.

Macarrão artesanal

Massa branca.

100g de farinha de trigo

1 ovo

Uma pitada de sal

Modo de preparo.

Mistura todos os ingredientes e sova até a massa ficar uniforme.

Deixa a massa descansar por 20 minutos.

Abre a massa com rolo ou garrafa (caso não tenha a máquina), garrafa e corta a massa do formato desejado.

Coloca água com sal para ferver.

Quando a água estiver fervendo, colocar a massa e só derrota e quando estiver cozida (ela fica mais esbranquiçada)

As professoras mostraram a importância de utilizar ingredientes naturais na massa caseira

Massa de beterraba

150g de farinha de trigo

1 ovo

50g de beterraba crua.

Pitada de sal

Massa de espinafre

150g de farinha de trigo

1 ovo

30g de espinafre.

Pitada de sal

Observação: o modo de preparo para as massas coloridas (espinafre e beterrada) é a mesma

Modo de preparo.

Bater o ovo com a beterraba no liquidificador até ficar uniforme.

Depois misturar na farinha com o sal, até a massa ficar uniforme.

Deixe a massa descansar por 20 minutos.

Abre a massa com rolo ou garrafa (caso não tenha a máquina), garrafa e corta a massa do formato desejado.

Coloca água com sal para ferver.

Quando a água estiver fervendo, colocar a massa e só derrota e quando estiver cozida (ela fica mais clara)

Molho.

1 colher de sopa de manteiga

6 colheres de sopa de creme de leite

50g de Queijo ralado.

Limão a gosto

Modo de preparo

Derreta a manteiga

Adicione o creme de leite

O queijo ralado o e misture bem.

Por fim adicione o limão e imediatamente adicione o macarrão para que o limão não talhe o molho

Bom apetite.

«

»

2 comentários

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.