TOPO
Destaques

Cacetinho baiano em alta

Quem “maldou” com o título, pode mudar de opinião. O cacetinho baiano é a massa do acarajé no formato de palito, um petisco bem legal, que a gente encontra no restaurante Aracajé das meninas Erika Cortez e Priscilla Prill. A novidade da casa vem acompanhada dos molhos de camarão, frango, siri, goiabada com pimenta e geleia de abacaxi com pimenta. Eu prefiro só com o sabor do acarajé, sem complementos, a não ser uma cerveja gelada.

A ideia do cacetinho baiano foi da Erika.  Ela comeu palitinhos de nugtes no molho de barbecue e, apartir daí, pensou em fazer os palitinhos com a massa de acarajé. E deu certo. “Fiz vários testes até conseguir a espessura e a crocânica certa”, conta Erika.

Acarajé, versão petisco

Acarajé todo mundo gosta, até os veganos, afinal, a receita do bolinho de feijão frito no dendê é bom até puro. Claro, existem os apaixonados pela tradição baiana com camarão defumado, vatapá e caruru.

Outro quitute que apreciei foi as lambretas cozidas no leite de coco (suave) com tomate, cebola e coentro. O caldinho vem no copo separado e as conchinhas abertas para serem devoradas.

Lambretas com direito ao caldinho no leite de coco

História – Erika é de Maceió, e Priscila de Arapiraca. Primeiro, em 2017, elas abriram um espaço no shopping de Arapiraca. Depois migraram para Maceió e conquistaram uma clientela fiel. As meninas foram presenteadas com a receita do acarajé da famosa Elisa (falecida) que ensinou as alagoanas como se faz uma boa acarajé.

Aracajé (mistura dos nomes de Arapiraca com acarajé) é uma casa com quitutes baianos, e a acarajé é a estrela da casa.

Rota Aracajé

Preço: Acarajé a partir de R$ 10,00/ porção com seis R$ 18,00/ Cacetinho – R$ 18,00/ Aceita-se cartões

Funciona de Terça a sexta a partir das 17h/ Sabado, domingo e feriado a partir das 11h  Delivery: 3185-9154

Av. Paulo Falcão 629-B, Jatiúca (Por trás da antiga sorveteria Lambe Lambe).

«

»

3 comentários
  • Dermival Pinheiro
    2 meses Atrás

    Sou baiano e em Salvador todo mundo conhece como cacetinho um pão de “sal” tipo francês. Invenção; porque não palitos?

  • Paula
    2 meses Atrás

    Não sabia q a Elisa havia falecido! Q susto levei lendo seu post Nide. Uma pena, ela era muito simpática.

    • Nide Lins
      2 meses Atrás
      AUTOR

      Elisa, morreu, e já faz um tempinho, infelizmente

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Unable to communicate with Instagram.