TOPO
Cozinha Popular Destaques

Macarronada de leitão

Quem é da geração da macarronada do Edson, da Alvorada, da Eureka, deve lembrar o quanto o macarrão no molho simples de tomate, na companhia de dois ovos fritos (a cavalo) ou leitão eram sinônimos de felicidade gastronômica.

Tempos bons. Recentemente, graças ao convite do meu cabelereiro, Fernando, conheci a Macarronada do Isaac, no bairro da Ponta da Terra. O lugar já tem 33 anos de história e, da cozinha, saem sabores como  a cavalo, francesa, leitão, camarão, e a que mais gostei, parmegiana. Detalhe: meia porção comem bem três pessoas.

Macarronada com muito molho tem seu publico cativo

O dono da Macarronada é Isaac Cajé Torres, alagoano da cidade de Jacaré dos Homens. Figura muita divertida. Ele diz que nem enricou e nem ficou pobre, contudo, o restaurante é seu melhor passatempo. Isaac não vai para cozinha, fica no salão, gosta de atender a todos e, claro, sempre tem amigos por perto para jogar conversa fora.

As macarronadas

O macarrão é o mais simples, mas é soltinho, e vem bem envolvido no molho de tomate (caseiro). A receita é segredo da casa. O molho é único, o que muda é o acompanhamento da massa.

Leitão: O pernil é assado e depois fatiado. Carne macia e tempero bom, com sal na medida certa

Parmegiana: São bifes de contra-filé a milanesa, com queijo e regado no molho de tomate

Dica: Se alguém preferir o macarrão sem o molho, é só pedir ao garçom. Porque a parmegiana, por exemplo já vem com muito molho de tomate.  Eu prefiro, o macarrão puro. Todos vem com porção de queijo parmesão.

Francesa: O camarão é puxado na manteiga, cebola e, por último, misturado aos ovos mexidos

Com Frescura: Na cozinha, três pessoas preparam a macarronada: o Bola, a Cristina e a Inês. O  molho é padrão e todos seguem a risca a receita. Deixa eu contar um segredo: quando Bola descobriu que eu estava lá, caprichou no visual da macarronada.

“Esta macarronada à Francesa veio com frescura, porque o Bola conhece a senhora da TV (Programa Balanço Geral da TV Pajuçara) e enfeitou”, entregou Isaac. Claro que fui até a cozinha conhecer o responsável pelo prato.

Bola é um dos cozinheiros responsável pela Macarronada do Isaac

Bola é o Manoel Lucas da Silva, tem 25 anos de fogão. Começou como ajudante de cozinha e trabalhou em vários restaurantes como o do Clube Fênix, Lindoya, Estádio Rei Pelé, Churrascaria Trapichão, entre outros. Eles foram sua escola. Muito simpático, ele representa uma geração de cozinheiros que aprenderam a fazer qualquer receita, numa época onde não existiam chefs, muito menos escolas de gastronomia. O restaurante era a sala de aula.

A macarronada das antigas tem seu valor e sabor. Vale e muito reviver os bons momentos.  O próprio Isaac era freguês da Macarronada do Edson, um marco na história da gastronomia popular alagoana.

Rota Macarronada do Isaac

Preço:  Contra filé parmegiana – Meia: R$ 34,00 e Inteira: R$ 41,00 Leitão: Meia R$ 36 e Inteira: R$ 42 Francesa:  Meia macarronada: R$ 37,00/ Inteira: R$ 47,00/ Aceita-se cartão

Funciona de terça a sábado das 18h até até 23h

Rua Firmino Vasconcellos 289, segunda rua atrás do Bompreço/ Telefone: (82) 3327.6666

«

»

12 comentários
  • marcos antonio
    3 meses Atrás

    Qual o número para contato?

    • Nide Lins
      3 meses Atrás
      AUTOR

      3327.6666

  • FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA SANTOS
    3 meses Atrás

    Já morei nesta rua e sempre fui cliente desde da minha infância acompanhando meus pais, hoje casado e com filhos e morando distante do bairro da pajuçara sempre frequento a macarronada do Isaac. Mais do que recomendo, lugar simples, familiar, comida boa e barata.

  • José Augusto eamery
    3 meses Atrás

    Eiiiiiiiiiiita Nide Lins, assim vc me mata. Sou do tempo do Edson, da Alvorada e também do Luiz(Vergel do Lago).
    Parabéns pelo destaque da Macarronada do Isaac, e já vou arrumar a Rural com a família para delíciar os sabores.

  • Viviane de Araújo Gonçalves
    3 meses Atrás

    Não sei em que mundo eu estava (seguramente mais insosso) antes de seguir você no Instagram…
    Querida Nide, o Bola não só enfeitou o prato por saber da sua fama…foi mais pra lhe mimar mesmo. Você merece ao destacar o talento das cozinhas alagoanas das mais simples as mais sofisticadas, porque entende de sabor!
    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻❤

  • Reginaldo
    3 meses Atrás

    Conheço, Isaac meu vizinho sou de Batalha, sempre que posso tô indo saborear essas delicias, mesmo o médico pedindo pra baixar o consumo de massas, mais quando da saudade da macarronada do Isaac não resisto, faço de conta que nunca fui ao médico kkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Guilherme Campbell
    3 meses Atrás

    Sabor incrível de verdade, a melhor de Maceió. Sou do Rio de janeiro e sempre que vou em Maceió dou uma passada aí 😋😋😋

  • lucio canuto
    3 meses Atrás

    Nide , eu acho o seu trabalho sensacional.A descoberta de lugares pouco conhecidos para a maioria do público é de um valor para estes pequenos empresários , muito grande.Parabens.

    • Nide Lins
      3 meses Atrás
      AUTOR

      grata, Lucio

  • Artur Candido da Silva filho
    3 meses Atrás

    Nide faltou você falar da macarronada da Dona zefa também, ficava próxima da do Edson na rua Tiradentes, sabor inigualável e inclusive a de molho pardo muito gostosa, dona zefa só abria a noite, muito carismática e alegre.

    • Nide Lins
      3 meses Atrás
      AUTOR

      Artur, realmente, mas eu não conheci a dona zefa, infelizmente

  • Carlos lima
    3 meses Atrás

    Não existe molho em Maceió igual a macarronada do restaurante Eureka, não é o da praça Raiol ,e sim o pioneiro onde o restaurante Eureca funcionava,na rua Parque Rio Branco no mercados, aí sim molho gostosíssimo ,que saudade daquela gostosura.

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram has returned invalid data.