TOPO
churrasco Destaques

A nobreza da costela

As costelas, quando bem elaboradas, são daquelas que soltam do osso, suculenta, gordurinha bronzeada desmanchando no céu da boca… Humm! Impossível resistir a tanta gostosura. Como elas são generosas, devem ser  compartilhadas com amigos, famílias.  Ahh! E se sobrar costela, por favor, peça uma quentinha. Ela desfiada nos braços do pão francês é boa demais. Por esses dias, provei a costela da marca Bassi no restaurante e Vení Parrilha, no Jatiúca Resort, especializado em carnes nobres.

E bote carnes nobres nas parrilhas (modo argentino de assar as carnes) curtidas no sal e cada uma mais exibida que a outra. No Vení, o comensal escolhe o tipo de carne e tem direito a dois acompanhamentos, entre eles, arroz branco, farofa de ovo, pirão de queijo, o queridinho da casa… No total são 12 itens para escolher dois.

O couvert do Vení Parrilla sempre muda

Desde o ano passado, nãos só as carnes nobres da marca Bassi (São Paulo) são as estrelas do Restaurante Vení Parrila, mas também as comidinhas que levam assinatura do chef da casa, Adriano Leal, que cativam o paladar como o croquete de siri.

Croquetes de siri, uma das delicias da cozinha do Vení Parrilla. Foto: Rui Nagae

Bom começo – O couvert sempre muda, e quem conquistou meu coração foi o croquete de siri com sua alagoanidade, Ele é recheado com mousse de queijo e acompanhado do molho de pimenta. Chips de presunto parma são uma grata surpresa, assim como as cebolinhas milanesas e chips de couve, que também dão as boas vindas no Vení. Para escoltar essas delícias, a breja artesanal Jatiúca da cervejaria Deodora é a mais indicada.

Linguiça Vení, uma produção da cozinha do  Jatiúca Resorts

É de casa – Na cozinha do restaurante do Jatiúca Resorts é preparada a linguiça fresca, artesanalmente elaborada com blend de copa lombo, picanha suína, queijo coalho e condimentos. Ainda tem pão tostado e pimenta especial. Detalhe, tem para vender no restaurante.

Tibone, uma carnes da grife Bassi

Tibone Steak Bassi – É uma das carnes nobres que merecem atenção. Ela tem gordurinhas entremeadas, é macia, e desmancha no céu da boca.

Abençoadas – Os cortes das carnes Bassi são porções generosas. Sendo assim, é preciso ir mais de uma vez no Vení Parrilla do Jatiúca Resorts para viajar nas carnes de animais de raça britânicas, como Prime Rib, Short rack de cordeiro, bife de tira, de ancho…

Sobremesa: tiramisú, sobremesa clássica italiana, nota 10. Foto Rui Nagae

Imperdível –  Tiramisú, sobremesa clássica italiana com queijo marscapone, café, chocolate e biscoito sobre uma calda de chocolate premium quente. Contudo, lembre-se: além da nobreza das carnes Bassi, o lugar tem massas, lagostas grelhadas e até salada vegana.

Mas o que é Bassi? É uma boutique de cortes de carnes nobres, em São Paulo, que no ano passado aterrissou em Maceió, no Jatiúca Resorts. Bassi é uma história empreendedora de Marcos Bassi, que de simples vendedor de miúdos na rua, tornou-se grande empresário. Ganhou o título de artesão e levou o TEMPLO DA CARNE – MARCOS BASSI a ser o restaurante de carnes mais conceituado do Brasil. Hoje esse legado continua com toda a sua equipe. O Jatiúca Resort este ano completa 40 anos, e acrescentou a história e o sabor do Bassi no cenário da gastronomia alagoana.

Jatiúca Resort chega aos 40 anos mais bonito e saboroso.

Rota Veni, Parrillha 

Preços: a partir de R$48,00 (entrada de carnes)/ Para almoço: carnes  a partir de R$ 62,00 até R$ 180,00 com direito a duas guarnições/ Aceita-se cartões

Funciona de terça a domingo das 18h30 até 22h30/ De sexta a domingo abre para almoço

Av. Álvaro Otacílio, 5500 – Jatiúca/ Telefone: (82) 2122-2000

Chips de presunto de parma para petiscar

Chef Adriano (no meio ) com a equipe da parrilla: André e Jonh

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Já comeu as coxinhas de galinha do Conversa Botequim? Pois bem, as beldades são viciantes. A gente começa a comer e não querer mais parar. Na receita, o salgado leva batata inglesa, farinha de trigo e leite, depois são empanadas na massa de tempurá e farinha panko (pão japonês). O recheio é generoso.
Para acompanhar o petisco, cerveja bem gelada ou drinks do Itynerantys
http://www.nidelins.com.br/2019/04/24/coxinha-do-conversa/
@conversabotequim @itynerantys @luizsiqueira87
  • Na pracinha, por sinal, bem lindinha, da cidade de Capela, uma placa do governo do Estado indica o Caldinho de Capela, patrimônio alagoano sob a batuta do Newton Melo Bastos, uma lenda viva do Município que também abriga o atelier do ceramista João de Alagoas e seus seguidores.
Saiba mais no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/23/seu-newton-autoridade-do-caldinho/
#dicadanide #alagoas #comidadibuteco #alagoas #capela
  • O churrasquinho de cordeiro escoltado por arroz com alho, feijão preto, farofa com bacon e salada, é uma das delícias do
Santo Almoço Executivo, no  Santo Antônio Bar, com preços de R$ 18,90 até R$ 36,00 (prato pra uma pessoa). De terça-feira à sexta-feira, o cardápio leva assinatura do @serginhorjuca. Veja mais no blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/22/almoco-com-antonio/
#dicadanide #maceio #restaurante #jatiuca #almoçoexecutivo
  • Espírito Santo do atelier João das Alagoas na cidade de Capela. Destino de arte e do famoso Caldinho do seu  Newton, o melhor da região.
  • Sexta-feira da Paixão, maré baixa, mar sereno, lua cheia, gente, muita gente assentada na areia, ou nas cadeiras que trouxeram de casa. Tudo para confortar o corpo, porque o coração já estava domado pelo projeto Velas Telas na Praia da Ponta Verde, bem de frente ao farol que nos guia.  As velas enfileiradas viraram telas de cinema ao céu aberto como o escurinho do cinema, onde foram projetas obras dos artistas plásticos alagoanos. As velas não partiram para o mar, mas projetaram a beleza dos nossos artistas plásticos e nós, até domingo, dia 21, podemos mergulhar no universo da arte no projeto Arte em Movimento – VelasTelas, do Núcleo Zero e Mirna Porto com patrocínio do Magazine Luiza por meio da Lei Rouanet. http://www.nidelins.com.br/2019/04/20/velas-da-lua-cheia/ foto: tela de Lula Nogueira @curiboca 
#velastelas #maceio #alagoas #cultura
@velas.telas @nucleozero_ @mirnaportomaia
  • Minha Maceió é mar, lua, Arte em Movimento - VelasTelas, projeto do @nucleozero_ @mirnaportomaia na orla da Ponta Verde (na altura do Farol), até  21 de abril, a partir das 20h.  Patrocínio @magazineluiz
#dicadanide
#maceio
#arte #pontaverde @rosapiattiarte @mirnaportomaia @nucleozero_
  • Fique ligado: Vem aí o Janga Week, de segunda a sexta, no Janga Praia no horário do almoço com prato para duas pessoas no valor de R$ 69,00. São seis pratos para o comensal escolher, como a Tilápia Primavera com salada e acompanhada com arroz integral, mas tem camarão, frango e carnes. Saiba mais sobre o @restaurantejanga no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/19/camaroes-crocantes-do-janga/
  • A moqueca de camarão, quando sobra de um dia para outro no doce lar da família da Chef Vera Moreira, tem destino certo: o café da manhã. Basta adicionar ovos na moqueca para acompanhar o cuscuz de milho. Essa tradição do café da manhã  foi parar no cardápio do restaurante Akuaba. Mas, no lugar do cuscuz, entrou em cena o arroz, a farofa e o pirão. É bom demais. Saiba mais sobre os 25 anos do @akuababr no meu blog http://www.nidelins.com.br/2019/04/18/temperando-maceio-com-dende/
@verasmoreira @jonatasmoreira @ainamoreira @osvaldo_moreira 
#dicadanide #maceio #cozinhabaiana #moqueca #acaraje