TOPO
café da manhã

Café e almoço da Clementine

Clementine!  Pra começo de conversa, já adianto, amei o nome do novo espaço de café da manhã, com estilo brunch, porque equivale a almoço e se estende até as 14h. E, claro, adorei as comidinhas audaciosas da Chef Manu Barreiros que, sem medo de errar, se aventura na mistura de tradição e modernidade, como o iogurte natural, o bolo de vó, e inusitada torrada com abacate, tomate cereja confit, lâminas de rabanete, ricota temperada e ovo de gema mole. Uma receita com pegada mexicana. Experimente, é bom. Na casa há a  opção da torrada vegana. É só solicitar.

Segundo a chef Manu Barreiros, a palavra Clementine é escrita da mesma forma em Português, Francês e Inglês, e combina com o caminho que ela e suas sócias, Roberta e Bárbara de Queiroz, escolheram para oferecer: um café da manhã fugindo do trivial e com descobertas ao paladar.

Clementine, um café reforçado danado de bom

Clementine, infelizmente, só abre aos domingos, das 9h até 14h, mas estou torcendo para ampliar os dias de funcionamento. O novo café da manhã está instalado no Bon Vin (casa de vinhos, cervejas e artes) que abre a noite. Bom, como falei, o lugar é um café distinto, então siga minhas dicas:

Iogurte, o melhor que já comi, zero de acidez

Natural – A canequinha de iogurte caseiro recebe geleia (delicada) de morango e mix de castanha bem picadinha. Sabor docinho, terno e sem acidez, já que o iogurte é sem aditivos químicos. Melhor iogurte que já comi.

Até o sanduíche de queijo tem visual diferente e muito sabor

Bom – Eu amo um sanduba de queijo. Mas esse é delicioso até no nome, com uma pegada hilária: Queijo quente maneiroso. Ele vem recheado com três queijos, rúcula (até por cima do pão), e chutney de tomate e pimenta dedo de moça (levemente picante).

Pão australiano com ragu

Fofo – O sanduba de ragú de cordeiro no pão australiano vem com agrião e geleia de pimentão vermelho. Ele é mais substancioso e combina bem no horário do almoço. O pão é bem fofinho, e a carne molhada e macia.

Bolo da vó, doces lembranças

Lembranças – Todo mundo tem um bolo para recordar a receita de vó, mãe e tia, e mesmo com toda a modernidade da Clementine, a tradição do bolo caseiro é encantadora ao paladar. Fofinho e polvilhado com açúcar. Para acompanhar as lembranças amorosas, café e nada mais.

Manu, novo talento do cenário da gastronomia alagoana

Receita da felicidade – Manu Barreiros é uma graça, simpática, sorridente, e dedicada à cozinha. Antes, tentou ser jornalista, mas os sabores e aromas da infância mudaram o seu destino para as panelas, e assim começou a escrever sua própria reportagem na cozinha.

Ela foi professora de inglês em Maceió, e decidiu fazer morar uma temporada na Austrália, na cidade Melbourne, para estudar gastronomia, na Escola de Artes Culinárias e Turismo William Angliss Institute. “A cidade é cheia de estímulos alimentares, de referências asiáticas, um novo universo para mim. Todos são viciados em café e frequentam o clássico brunch aos domingos. Passei por uma linda imersão de novos sabores”, conta a alagoana.

Equipe Clementine: Gil, Duda, Roberta, João, Priscila, Manuela e Barbara, eles dão mais sabor ao café e almoço

Para Manu, a cozinha é uma paixão geral na família. “Somos descendentes de italianos, portanto, barulhentos e comilões”.  A avó Thereza, a tia Léo, e o pai Francisco, são inspirações que a alagoana segue nas panelas. “Meu pai é um grande ousado na cozinha lá de casa, e foi observando-o que me interessei e aprendi. Mais velha, compreendi o valor de conhecer novos sabores. Assim lia livros de receita, pesquisava na internet e “maratonava” programas de culinária na televisão. Quando me dei conta passava muitas horas livres cozinhando e testando novas receitas”.

Café com a exposição do artista no Clementine

Manu, Roberta e Bárbara de Queiroz pensaram um formato de café que carinhosamente elas chamam “moderninho”. E Manu defende a iniciativa, já que por aí a fora a tendência é de brunchs com influências de diversas culturas. “Nessa refeição que faz às vezes de café da manhã e/ou almoço vale de tudo: comida clássica europeia, asiática, mexicana, peruana, saudável”.

A chef investe em técnicas diversas, sabores complexos ou simples e por vezes unindo-os, causando novas sensações. “Gostamos de pensar que de alguma maneira estamos trazendo algo novo à nossa amada cidade”, comentou Manu, novo talento do cenário da gastronomia alagoana.

Diego, novo talento das artes alagoana

Anos 60 – Arte e gastronomia também integram o cardápio do Bon Vin e Clementine com exposições temporárias. Até 6 de abril está em cartaz a exposição “Miscellaneous – A natureza das coisas” do artista plástico Diego Barros. São 18 telas retratando a realidade do nosso dia-a-dia, como os oceanos de plásticos.

Rota Clementine

Preços: de R$ 9,00 até R$ 28,00/ Aceita-se cartões

Funciona aos domingos das 9h até as 14h

R. Gen. João Saleiro Pitão, 1037 (referencia Praça do Skate) – Ponta Verde, Maceió – AL, 57035-210

 

«

»

2 comentários
  • Nelson Lopes Alves Pinto
    2 meses Atrás

    Muito bom, aparência melhor possivel

  • Manuela Barreiros
    2 meses Atrás

    ❤️❤️❤️❤️

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Quando dei a primeira paquerada no bufê da Casa do Chef, logo encontrei o tutu à mineira. Alguns clientes do restaurante chamam de pirão de feijão. Pois bem, ter esse prato no cardápio era um forte indício de que na cozinha do restaurante deveria ter um mineiro, uai. E tem mesmo: a família do chef Rafael Gendiroba. Mas o cardápio é variado, com franguinho grelhado, costelinha de porco, bife de panela, feijoada, carneirinho, saladas …
Saiba mais no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/24/muito-alem-do-pirao-de-feijao/
Bufê sem balança: R$15,00 uma proteína/ R$ 18,00 duas proteínas / Aceita-se cartões
Funciona de segunda a sexta-feira das 11h00 até 14h30
Rua Professor Francisco Cândido de Mendonça, 55 – Gruta de Lurdes (próximo a Unilab)
  • O ravióli do restaurante Veneto Trattoria (@davenetotrattoria) é produzido na própria cozinha do chef Thiago Brandão (@tbrandaos), e o frescor conquista o paladar seja na versão chocolate ou com queijo do reino. Como dizem, a massa é a cereja do bolo. Confira no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/22/ravioli-do-chef-thiago-brandao-e-amostrado/
#dicadanide #paradois #maceio #italiano #pontaverde #restaurante
Da Veneto Trattoria
Preços: Entradas de R$ 10,00 até R$62,00/ Pratos principais: de R$ 38,00 até R$ 68,00
Rua José Freire Moura, 255 – Ponta Verde/  Telefone (82) 3013-0812 Terça a Sábado, das 18h30 às 23h30/ Sexta-feira das 12h até as 15h/ Domingo das 11h30 às 15h00
  • Brasília até a próxima...
  • BRASÍLIA está mais saborosa. É que nesta quarta-feira, 22, os chefs do Senac Alagoas, @harricicero @edvaqueiroz @chris67  prepararam um almoço bem alagoano. Nas panelas entrou camarão, macaxeira, mariscos, coco, manga, carne de sol, carneiro...
@geilsamartinsrocha @analuizapenedo @claudiapessoabsm @fecomercioal @telmamribeiro @senacalagoas
  • Terça-feira, dia 21 de maio, acordei com saudades do meu Sertão alagoano, que tanto amo. Em cada viagem pelas cidades alagoanas faço meu registro de lugares com comidinhas que confortam o corpo com alegria, e são temperados com histórias de gente empreendedora. Então, sigam as minhas dicas em Delmiro Gouveia, Piranhas, Olho D'do Casado, Monteirópilis e São José da Tapera, e vamos ser felizes. Confira no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/05/21/bateu-saudades-do-sertao/
Foto do @espacoangicos
#dicadanide #alagoas #turismo #sertao #piranhas #olhodaguadocasado #saojosedatapera #monteropolis
  • Minha Maria Bonita virou uma estrelinha. Agradeço de coração a todos que me ajudaram a lutar pela vida dessa gatinha que gostava de ser artesanato e eu amava e ainda amo.
  • Maria Bonita conseguiu um doador, Luke, um jovem gato de 02 anos. A transfusão foi realizada com sucesso pelo doutor @vetfilipe e minha Maria Bonita, uma senhora de 12 anos, continua na luta pela vida. Ela retirou um tumor no intestino . GRATA a todos que vieram doar vida. Na foto, a mãe do Luke @islania_queiroz. GRATIDÃO
  • As @geleias.dorancho vieram de Arapiraca para meu doce lar e trouxeram doçuras.
#dicadanide #edecasa #artesanal #Arapiraca #alagoas