TOPO
Destaques Mais acessados

Batata doce, toda poderosa

Com o título “Batata doce, a campeã de novembro” que obteve 13.457 acessos, também foi a mais visitada em dezembro com 14.251, ou seja, bateu recorde do mês de novembro. Em segundo lugar o Pastel de Junqueiro com 3.835 e o melhor charque na brasa do Amaro com 3.014. Foto acima do bolinho de batata doce com charque do Boteco do Urugua (@botecodouruga) do meu livro Receitas das Alagoas, Cozinhas de Boteco, Chefs, Tradição e de Rua.

Assim começamos 2019 relembrando os mais acessados de 2018:

Ingredientes do bolinho de batata-doce do Boteco do Urugua

Batata doce – Nas minhas lembranças de infância, a batata doce sempre foi o xodó na mesa do nordestino. No meu doce lar, meu pai, seu Hermílio de Oliveira, amassava a iguaria e colocava leite de gado fresco, comprado na vizinhança, e eu acompanhava a façanha dele. Na época, em Mangabeiras tudo era sítio. Já minha mãe, dona Nia, aproveitava o charque que sobrava do feijão, desfiava, fritava, deixando os fios bem crocantes, para acompanhar a batata cozida em rodelas, com manteiga. Inesquecível, também, o doce de batata doce da marca Mangabeiras, de dona Esther, o meu predileto.

O tempo passou e a batata doce da minha infância é poderosa aliada da vida saudável. Queridinha dos atletas e esportistas, toda nutricionista a inclui na dieta.  O tubérculo é excelente alimento para a população que tem restrições alimentares como diabéticos, portadores de doenças cardiovasculares e celíacos.

Pães, empadas, quiches… Tudo com batata doce

O maior produtor do tubérculo de Alagoas é Feira Grande e cerca de 300 famílias vivem dessa produção. No passado, o Sebrae Alagoas e o Governo Estado de Alagoas, promoveu o 3º Seminário Alagoano de Horticultura e 1º Festival da Batata, com curso e oficina com receitas como brigadeiros, pão, doces e salgados para donas de casas, merendeiras e agriculturas ampliarem a possibilidade de negócios.

Batata doce, a toda poderosa

Receita: Biscoitos de batata doce e coco (Helena – nutricionista)

INGREDIENTES

300g de batata doce cozida e processada

300g de farinha de trigo peneirada

1 ovo

50g de açúcar

150g de manteiga 80g de coco ralado

MODO DE PREPARO

Reserve a metade do coco ralado. Misture os ingredientes secos e guarde.

Acrescente os demais ingredientes e sovar até obter uma massa lisa. Em seguida modele em forma de rolinho, corte em pedaços e envolva no coco ralado.

Colocar em forma e assar em forno pré-aquecido á 180 graus por aproximadamente 30 minutos.

Os famosos pasteis de Junqueiro

Rei do Pastel – No dia 8 de janeiro de 2018, numa viagem a Aracaju, na estrada tinha um trailer com uma plotagem de pastel e cana de cana. Como não tinha tomado café da manhã, paramos para tomar um caldo, e nesse meio tempo, sai o pastel grande, lindo, bronzeado e quentinho. Fiz apenas uma pergunta: esse pastel é vocês que fazem ou é de terceiros? Muito simpática, Veronica, proprietária, respondeu: “A gente faz todo dia, quer provar?”, não pensei duas vezes, e assim me entreguei ao salgado.

A massa do pastel é elástica, gostosa e não embebida no óleo.  O de queijo coalho é bom, de carne moída, segue  a linha do pastel de vento (pouco recheio), mas também gostei, porque o tempero cola na massa a deixando saborosa.

Família: Verônica e Adeilton, o casal bem simpático

Rei do Pastel – Funciona todos os dias, das 5h até 17h/ BR 101, depois da entrada da cidade de Cajueiro (sentido Maceió/Aracaju)/ Telefone: (82) 99699.2117

Charque do Amaro, uma das estrelas do bairro do Poço

Gelada ou Natural – O charque é um dos itens mais popular na mesa dos nordestinos, e nos últimos anos carne idolatrada pelos chefs. Um dos segredos é a dessalga, e também a escolha de um bom corte. Nesse campo, o ex-taxista, Amaro Viriato de Lima, alagoano de Maragogi, tira de letra, no seu modesto bar Gelada ou Natural é sucesso do meu blog desde 2015, e também está na segunda edição do Guia da Gastronomia Popular Alagoana.

No bar do Amaro, a carne, em lâminas finas, macia e com sua devida gordura. Na versão meia porção se faz acompanhar de arroz, macarrão e feijão caseiro com pedaços de charque. Detalhe: duas pessoas comem bem nessa opção “meieira”.

Seu Amaro de taxista para empreendedor de boteco no bairro do Poço

O sucesso é tanto que são consumidos em média três fardos por semana (90 quilos no total). “Charque precisa ter gordura para relaxar a carne”, diz o especialista Amaro, que só compra o corte batizado de Dois Pelos.

Gelada ou Natural? –  Funciona de segunda a sábado, das 8 as 20 horas. Domingo é fechado/  Rua Pedro Américo, 351 – Poço –Telefone: 99351.4248

«

»

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Sempre tem alguém pedindo dicas de jantar romântico, mas por que não pedem sobre almoço romântico? Principalmente quando ele vem com desconto e cheio de charme? Então segue a dica: Restaurante Toscana, na Avenida Rotary, no bairro do Farol. Reserve o almoço do dia de sábado porque tem promoção: na compra de dois pratos, o segundo ganha 50% de desconto. Foto do prato: peito de pato com molho de hibiscos e purê de macaxeira
http://www.nidelins.com.br/2019/03/20/sabado-romantico/
#dicadanide #restaurante #paradois #romantico #maceio #alagoas #chefnacozinha
  • Imagine aquela costelinha de boi, vultosa, com as devidas gordurinhas, e quando sai da churrasqueira nem precisa cortar com faca porque ela se solta livremente! 
Melhor nem imaginar... Devore logo essa costelinha! Quem prepara a carne divinamente é a equipe do chef @fernandocostamaia um expert em carnes grelhadas do restaurante @fusiongrillmaceio .
http://www.nidelins.com.br/2019/03/19/costela-boa-e-do-fernando/
#dicadanide #maceio #tradição #churrasco #costeladeboi #pontaverde #alagoas #restaurante
  • A língua na gastronomia é discriminada, muita gente torce a cara para ela, as vezes é preciso omitir a sua origem para ser degustada, mas estava escrito nas estrelas que ela viraria celebridade ao lado do cuscuz. E assim aconteceu nas panelas alagoanas do chef @rodrigoaaragaoal  para o programa É de Casa, a língua, literalmente, foi a  mais falada no sábado (16). Valeu @zecacamargomundo. Conheça a história e a receita no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/03/18/lingua-alagoana-virou-celebridade/
#dicadanide #cuscuz #lingua #receita #maceio #alagoas
  • Amados e amadas, nesta quarta-feira, dia 20, às 9h, serei homenageada pela Biblioteca Graciliano Ramos. Sou muito grata ao carinho da instituição. E, claro, todo mundo está convidado.
Rua Dom Pedro II, 57, Centro de Maceió
  • FÃS do @marcelojeneci Dia 4 de abril, ás 21h, no Teatro Deodoro. Mais um show imperdível com a produção da @suechamuscaoficial
  • Quero um grande desfile de bandas de pífanos para alegrar a vida de todo do mundo. Muita gratidão aos meus seguidores. Foto do Ateliê João das Alagoas, Capela
@claudio.henrique.artesao
  • Gente! Que felicidade! Alagoas no “É de Casa” com a receita que leva meu nome, “Língua da Nide”. E ainda ser citada no programa como a “madrinha da nova geração de chefs de Maceió”!
Resumo: Alagoas é que faz comida boa.
Agradeço o carinho do @zecacamargo e do @rodrigoaaragaoal da @oxe_maceio
Imagem da @suzyalbuquerque_
  • Mais um alagoano, @rodrigoaaragaoal da @oxe_maceio, divulgando os sabores das Alagoas na telinha. Valeu @zecacamargomundo