TOPO
Destaques Mais lidos

Batata doce, a campeã de novembro

Na cozinha,  a batata doce é versátil, e o povo realmente ama o tubérculo. Tanto que no blog de novembro foi a matéria sobre ele foi a mais acessada com 13.457 visitas. Já o segundo e o terceiro lugares ficaram para duas postagens do 2º Festival Gastronômico do Graciliano: o pastel topado, com 22cm de recheio. Ele teve 4 876 acessos. E o Camarão, e muito mais no Graciliano Ramos com 4 318. Vale ressaltar que o Festival do Sebrae, em parceria com Associação de Moradores do bairro já entrou para o calendário da cidade c ok m uma festa de comida, show, diversão e sucesso de vendas de pequenos empreendimentos da alimentação fora do lar. Mais festivais em 2019.

Vamos recordar:

Feira Grande, maior produtor de batata doce

Você sabia que o maior produtor do tubérculo é de Feira Grande? Cerca de 300 famílias vivem dessa produção, tanto que a cidade foi palco do 3º Seminário Alagoano de Horticultura e 1º Festival da Batata, com curso e oficina com receitas como brigadeiros, pão, doces e salgados para donas de casas, merendeiras e agriculturas ampliarem a possibilidade de negócios.

Sopa de batata doce

Segundo a nutricionista e consultora do Sebrae Helena, que ministrou o curso e oficina, a batata doce contêm ômega 3, ácidos graxos, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco e vitaminas A, B, C, K e E. “O tubérculo tem baixíssimas quantidades de gorduras e proteínas, porém a quantidade de fibras solúveis e insolúveis que ela possui traz vários benefícios ao nosso organismo, sendo fonte de carboidratos complexo com baixo índice glicêmico, ou seja, de lenta absorção, assim garante energia constante durante todo o treino contribuindo na hipertrofia muscular”, conclui.

Receita

Massa base de batata doce para salgados de forno

INGREDIENTES

700g de batata doce cozida ralada

300g de farinha de trigo peneirada

1 ovo

120g de manteiga

4g de sal

15g de semente de gergelim

Parte da equipe da Oficina de batata doce em Feira Grande

MODO DE PREPARO

Misturar os ingredientes secos e reservar. Colocar o restante dos ingredientes e sovar até a massa soltar das mãos. deixar descansar por 10 minutos na geladeira. Estirar a massa com o rolo e fazer os cortes em círculos para forrar as formas de empadas/ou pasteis de forno. Colocar o recheio desejado. Fechar as empadas e pincelar com gema de ovos. E polvilhar o gergelim sobre o salgado.

Levar ao forno aquecido a 180º para assar, estará pronto quando tiver dourado. Tempo mais ou menos20 minutos.

DICA DA NUTRI: Para assar depois, deverá fazer o congelamento e pincelar antes de levar ao forno.

A massa do pastel do Topadão é bom até puro

Topadão

A Pastelaria Topadão pela segunda vez foi uma das estrelas do 2º Festival Gastronômico do Sebrae, no Graciliano Ramos, que aconteceu de 23 a 25 de novembro, na praça principal do conjunto. Além dos pasteis, tinha o maravilhoso caldo de caldo que fez a festa gastronômica.

Adoro o Gostozinho, o recheio é carne moída temperada no limão e hortelã (toque árabe), deixa o pastel mais saboroso. Também merece destaque a novidade, o de legumes refogados no shoyo com pedaços de azeitona, o arremate final. Quem comanda é Denise Maria e seu esposo Timóteo Canuto, que deixaram de ser empregados e abriram seu próprio negócio, a Pastelaria O Topadão.

Festival Gastronômico do Graciliano Ramos

Um mar de gente Festival Gastronômico de Graciliano Ramos

A segunda edição do Festival Gastronômico do Graciliano Ramos, que aconteceu entre os dias 23 e 25 de novembro, foi sucesso de vendas e público. Nunca vi tanta gente reunida em torno da gastronomia e da diversão. O festival reuniu 14 empreendimentos do conjunto Graciliano Ramos, localizado na parte alta da cidade.

Teve até buchada do O Bodão no Festival Gastronômico do Graciliano Ramos

O Festival, organizado pelo Sebrae e a Associação dos Moradores do Graciliano Ramos, teve iniciantes como o Nosso Jeito, Bar e Petiscaria, que levou camarão crocante e outras iguarias, e O Bodão, com seu regionalismo da buchada ao carneiro guisado fazendo um sucesso danado.

Pastel, caldo de cana e camarão empanado, comidinhas do Festival Gastronômico do Graciliano Ramos

Todos os estabelecimentos comerciais participantes do Festival Gastronômico do Graciliano Ramos são formalizados e passaram por capacitações do Sebrae voltadas para a Segurança Alimentar. E todos estão de parabéns pelo sucesso do evento: Topadão, Feijoada da Nazaré, Salgados Gourmet, Caldíssimo Guimarães, A Chinesinha, Ateliê Doce Marcelle, Barraca do Sandubaria, O Bodão, Da Terra Tapiocas e Cia, Nosso Jeito Petiscaria, Casa Carioca, Big Lanches, Churrasquinho do Carlinhos e Jack Burgue’s.

Eu com parte da equipe do Sebrae responsável do Festival Gastronômico: Pauline (óculos), Carlw e Valeria

«

»

2 comentários
  • Cheila
    5 meses Atrás

    Amei estas receitas, são incríveis!

  • Joel Santos
    1 mês Atrás

    gostei do site e Adorei suas dicas. vao me ajudar muito

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Já comeu as coxinhas de galinha do Conversa Botequim? Pois bem, as beldades são viciantes. A gente começa a comer e não querer mais parar. Na receita, o salgado leva batata inglesa, farinha de trigo e leite, depois são empanadas na massa de tempurá e farinha panko (pão japonês). O recheio é generoso.
Para acompanhar o petisco, cerveja bem gelada ou drinks do Itynerantys
http://www.nidelins.com.br/2019/04/24/coxinha-do-conversa/
@conversabotequim @itynerantys @luizsiqueira87
  • Na pracinha, por sinal, bem lindinha, da cidade de Capela, uma placa do governo do Estado indica o Caldinho de Capela, patrimônio alagoano sob a batuta do Newton Melo Bastos, uma lenda viva do Município que também abriga o atelier do ceramista João de Alagoas e seus seguidores.
Saiba mais no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/23/seu-newton-autoridade-do-caldinho/
#dicadanide #alagoas #comidadibuteco #alagoas #capela
  • O churrasquinho de cordeiro escoltado por arroz com alho, feijão preto, farofa com bacon e salada, é uma das delícias do
Santo Almoço Executivo, no  Santo Antônio Bar, com preços de R$ 18,90 até R$ 36,00 (prato pra uma pessoa). De terça-feira à sexta-feira, o cardápio leva assinatura do @serginhorjuca. Veja mais no blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/22/almoco-com-antonio/
#dicadanide #maceio #restaurante #jatiuca #almoçoexecutivo
  • Espírito Santo do atelier João das Alagoas na cidade de Capela. Destino de arte e do famoso Caldinho do seu  Newton, o melhor da região.
  • Sexta-feira da Paixão, maré baixa, mar sereno, lua cheia, gente, muita gente assentada na areia, ou nas cadeiras que trouxeram de casa. Tudo para confortar o corpo, porque o coração já estava domado pelo projeto Velas Telas na Praia da Ponta Verde, bem de frente ao farol que nos guia.  As velas enfileiradas viraram telas de cinema ao céu aberto como o escurinho do cinema, onde foram projetas obras dos artistas plásticos alagoanos. As velas não partiram para o mar, mas projetaram a beleza dos nossos artistas plásticos e nós, até domingo, dia 21, podemos mergulhar no universo da arte no projeto Arte em Movimento – VelasTelas, do Núcleo Zero e Mirna Porto com patrocínio do Magazine Luiza por meio da Lei Rouanet. http://www.nidelins.com.br/2019/04/20/velas-da-lua-cheia/ foto: tela de Lula Nogueira @curiboca 
#velastelas #maceio #alagoas #cultura
@velas.telas @nucleozero_ @mirnaportomaia
  • Minha Maceió é mar, lua, Arte em Movimento - VelasTelas, projeto do @nucleozero_ @mirnaportomaia na orla da Ponta Verde (na altura do Farol), até  21 de abril, a partir das 20h.  Patrocínio @magazineluiz
#dicadanide
#maceio
#arte #pontaverde @rosapiattiarte @mirnaportomaia @nucleozero_
  • Fique ligado: Vem aí o Janga Week, de segunda a sexta, no Janga Praia no horário do almoço com prato para duas pessoas no valor de R$ 69,00. São seis pratos para o comensal escolher, como a Tilápia Primavera com salada e acompanhada com arroz integral, mas tem camarão, frango e carnes. Saiba mais sobre o @restaurantejanga no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/04/19/camaroes-crocantes-do-janga/
  • A moqueca de camarão, quando sobra de um dia para outro no doce lar da família da Chef Vera Moreira, tem destino certo: o café da manhã. Basta adicionar ovos na moqueca para acompanhar o cuscuz de milho. Essa tradição do café da manhã  foi parar no cardápio do restaurante Akuaba. Mas, no lugar do cuscuz, entrou em cena o arroz, a farofa e o pirão. É bom demais. Saiba mais sobre os 25 anos do @akuababr no meu blog http://www.nidelins.com.br/2019/04/18/temperando-maceio-com-dende/
@verasmoreira @jonatasmoreira @ainamoreira @osvaldo_moreira 
#dicadanide #maceio #cozinhabaiana #moqueca #acaraje