TOPO
Destaques

Mar Vermelho, nossa Suíça Alagoana

Escrevo com saudades do frio do final de tarde, do chocolate quentinho, do fogão à lenha cozinhando a costelinha suína, da prosa saborosa de Adeildo Barbosa e de sua amada  Anaelia Camargo que vivem, ou melhor, sonham nas serras da cidade de Mar Vermelho. Lugar lindo e com sabores de Minas Gerais, quem se aconchega por lá, nas redes do sítio do casal, deseja ficar por ali no alto da colina sem tempo de ir.

Esse pedaço de chão do casal Adeildo e Anaelia é o restaurante Serras Alagoanas, uma das estrelas de Mar Vermelho, conhecida como a Suíça Alagoana, que neste mês de agosto realiza o Festival de Inverno. Mas independente do evento, a cidade alagoana é um destino com sabores, trilhas e cachoeiras para qualquer estação.

Melhor chocolate quente de Alagoas tem o segredo da mineira Anaelia

A cidade de Mar Vermelho é pequenina, logo na entrada tem o Cristo Redentor, próximo onde será montado o palco do Festival de Inverno. Quando lá cheguei e perguntei sobre o Restaurante Serras Alagoanas, todo mundo logo dizia: “É da Anaelia, é só subir a Serra”. E assim seguimos por uma estrada de barro sentindo o friozinho das montanhas bem verdinhas.

Quintal verde do restaurante Serras Alagoanas

Quando aportei no restaurante Serras Alagonas, fui recebida com um abraço de Anaelia e um aperto de mão de Adeildo. Começamos nossa prosa com cafezinho torrado na casa, bolo de milho e pãozinho de queijo, bem ao estilo mineiro da matriarca. O restaurante funciona nos finais de semana e feriados e abre em outra data se houver reserva  para o mínimo de 10 pessoas.

Da roça – Boa parte dos ingredientes da cozinha de Anaelia é do sítio, como carneirinho, galinha, manjericão, alfavaca, alecrim, salsinha, cebolinha… Apenas a carne suína vem dos criadores da região.

Torresmo antes de ir para o forno a lenha. Ô trem bão sô!

Panela de ferro – O torresmo é uma das beldades da casa, bem sequinho e crocante, ele é frito em um tacho na banha de porco.

Costelinha suína no forno a lenha da cozinha do Serras Alagoanas

Fogo à lenha – Além da costelinha de porco, a galinha caipira guisada rende um delicioso pirão de lamber os beiços.

Galinhada, tradição mineira

Misturado – A galinhada, tradição mineira, é o arroz misturado aos pedaços da ave com milho e  temperos mineiros.  Gostei tanto que fiz uma quentinha e trouxe para Maceió.

Mesa farta com comidinhas da roça

Mesa farta– Na cozinha de mineiros tem sempre abundância, tutu à mineira, feijão tropeiro, arroz soltinho e salpicão.  Essas gostosuras são os acompanhamentos das tradições.

Doce de mamão com queijo coalho, ambos produção artesanal

 Doces – O preferido de Anaelia é o de mamão em lascas (também gostei, porque lembrou laranja). Para acompanhar, queijo coalho produzido por Adeildo.

Doce de leite artesanal, melhor lembrança de Mar Vermelho

Fresco – Não deixe de provar o doce de leite, talhado ou de ambrosia que é gostinho de Minas Gerais. O leite é retirado das vacas do sítio, portanto sem química, além do frescor é preparado no fogo à lenha. Trem bão!

Pela trilha de Mar Vermelho a beleza é farta

Caminhos – O ponto de partida das trilhas de Mar Vermelho é no restaurante Serras Alagoanas e o próprio guia é o Adeildo, que desde menino fazia o roteiro de 5 ou 10km para viver a natureza e tomar banho de cachoeira. Lembrando que, para trilhar novos caminhos é preciso agendar.

Gente maravilhosa: Anaelia e Adeildo no sitio em Mar Vermelho

Simplicidade – Anaelia nasceu na cidade de Pará de Minas, começou a trabalhar com sete anos de idade lavando pratos com auxílio de um banquinho para poder alcançar a pia. Como perdeu os pais, seguiu destino para São Paulo onde trabalhou como cozinheira em casas de família e foi lá que ela conheceu o alagoano Adeildo.

Amor à primeira vista, o casal viveu um bom tempo em São Paulo, até descobrir a gravidez das gêmeas Gerusa e Geovana, quando então decidiu retornar para terra prometida. Aos poucos, exatamente cinco anos, Serras Alagoanas é o coração pulsante de Mar Vermelho, com sua beleza incomum.

O Cristo da cidade de Mar Vermelho

 

Rota Mar Vermelho

Restaurante Serras Alagoanas: Sitio Durão , Zona Rural. Telefones. (82)99920-8711/98222-6804/ Preço de R$ 20,00 até 30,00 por pessoa (almoço)

«

»

5 comentários
  • José Carlos
    7 meses Atrás

    Conheci.Terra do meu AMIGO Claudio Jorge e posso garantir que é um lugar MARAVILHOSO.

  • Cicero Salviano de Lima
    7 meses Atrás

    Adorei esse lugar,mar vermelho,vou chamar minha esposa pra passar um final de sema

    • Nide Lins
      7 meses Atrás
      AUTOR

      Lá só tem uma pousada e como não me hospedei lá não conheci, prefiro não indicar, no caso só estou indicando o restaurante

  • Paulino Vasconcelos
    7 meses Atrás

    Onde se hospedar acho que deveria ter este detalhe como os números de pousadas ou outros..

  • Shay
    7 meses Atrás

    Lugar maravilhoso mesmo!!! paisagem linda, atendimento dos donos nos faz sentir em casa e comida deliciosa!!

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

  • Sempre tem alguém pedindo dicas de jantar romântico, mas por que não pedem sobre almoço romântico? Principalmente quando ele vem com desconto e cheio de charme? Então segue a dica: Restaurante Toscana, na Avenida Rotary, no bairro do Farol. Reserve o almoço do dia de sábado porque tem promoção: na compra de dois pratos, o segundo ganha 50% de desconto. Foto do prato: peito de pato com molho de hibiscos e purê de macaxeira
http://www.nidelins.com.br/2019/03/20/sabado-romantico/
#dicadanide #restaurante #paradois #romantico #maceio #alagoas #chefnacozinha
  • Imagine aquela costelinha de boi, vultosa, com as devidas gordurinhas, e quando sai da churrasqueira nem precisa cortar com faca porque ela se solta livremente! 
Melhor nem imaginar... Devore logo essa costelinha! Quem prepara a carne divinamente é a equipe do chef @fernandocostamaia um expert em carnes grelhadas do restaurante @fusiongrillmaceio .
http://www.nidelins.com.br/2019/03/19/costela-boa-e-do-fernando/
#dicadanide #maceio #tradição #churrasco #costeladeboi #pontaverde #alagoas #restaurante
  • A língua na gastronomia é discriminada, muita gente torce a cara para ela, as vezes é preciso omitir a sua origem para ser degustada, mas estava escrito nas estrelas que ela viraria celebridade ao lado do cuscuz. E assim aconteceu nas panelas alagoanas do chef @rodrigoaaragaoal  para o programa É de Casa, a língua, literalmente, foi a  mais falada no sábado (16). Valeu @zecacamargomundo. Conheça a história e a receita no meu blog: http://www.nidelins.com.br/2019/03/18/lingua-alagoana-virou-celebridade/
#dicadanide #cuscuz #lingua #receita #maceio #alagoas
  • Amados e amadas, nesta quarta-feira, dia 20, às 9h, serei homenageada pela Biblioteca Graciliano Ramos. Sou muito grata ao carinho da instituição. E, claro, todo mundo está convidado.
Rua Dom Pedro II, 57, Centro de Maceió
  • FÃS do @marcelojeneci Dia 4 de abril, ás 21h, no Teatro Deodoro. Mais um show imperdível com a produção da @suechamuscaoficial
  • Quero um grande desfile de bandas de pífanos para alegrar a vida de todo do mundo. Muita gratidão aos meus seguidores. Foto do Ateliê João das Alagoas, Capela
@claudio.henrique.artesao
  • Gente! Que felicidade! Alagoas no “É de Casa” com a receita que leva meu nome, “Língua da Nide”. E ainda ser citada no programa como a “madrinha da nova geração de chefs de Maceió”!
Resumo: Alagoas é que faz comida boa.
Agradeço o carinho do @zecacamargo e do @rodrigoaaragaoal da @oxe_maceio
Imagem da @suzyalbuquerque_
  • Mais um alagoano, @rodrigoaaragaoal da @oxe_maceio, divulgando os sabores das Alagoas na telinha. Valeu @zecacamargomundo