TOPO
Botecos Destaques

Maravilha de charque ao coco

 

Na vitrola, o disco de vinil toca os clássicos da cantora Maria Betânia. Assim é a rotina do restaurante Como Naquele Tempo, onde a MPB é soberana, pois o chef Eugênio Rezende adora música popular brasileira, a qual tem assento cativo em seu empreendimento, onde a cozinha vem de sua mãe, com lembranças afetivas. De lá, eu provei o charque ao leite de coco, embora, no cardápio, a guloseima está escrita como estrogonofe, mas o creme de leite é substituído pelo sumo  do coco. Muito bacana, a carne é macia e temperada à moda nordestina, pimenta do reino, cominho… Danado de bom.

O charque no leite de coco é uma lembrança do tempo de boêmia de Eugênio, profundo conhecer de botecos. Certa vez, ele  experimentou  a iguaria em um bar, gostou e reproduziu a receita. É deliciosa, e com purê de batata é de comer rezando.

Charque no coco, mais nordestino impossível

Como Naquele Tempo, é mesmo um restaurante muito amado. Em 2012, o espaço entrou para meu blog pela comida que Eugênio aprendeu com a mãe, dona Enoi. “Eu ficava só olhando minha mãe fazendo e assim aprendi alguma coisa”, diz o alagoano de Atalaia, que não usa panela de pressão e defende que não se pode apressar o tempo de cozinhar.

A crise estremeceu o cantinho alagoano, que fica na Rua Uruguai. Quase fechou, mas dois anjos, Rafael e Patrícia Bueno, viraram sócio de Eugênio e logo promoveram uma reviravolta no lugar. Claro, o sabor continua dos deuses. Já a casa, está mais charmosa, com cadeiras vestidas de tecido de chita, pintura nova, enfim, lindinha.

Galinha ao molho pardo com pirão

Pirão: A galinha ao molho pardo é escoltada pelo pirão de mulher parida, uma tradição da gastronomia nordestina. A iguaria, feita com caldo de galinha velha e  farinha  de mandioca, fazia parte da dieta do pós parto, para fortalecer as mamães. Na receita de Eugenio ainda eram, nessa época, adicionados ovos, o que ele segue à risca. “Quando ia para a farra, só voltava no outro dia. Meu pai ficava me esperando, claro, reclamava do horário, depois, sorria e dizia: filho dá para fazer o pirão com ovos? Minha cozinha é de memória”, diz o chef.

Rafael e Patrícia novos parceiros do chef Eugênio

 Fã: O casal Rafael e Patrícia Bueno antes de virarem sócio do Eugênio, eram clientes assíduos do restaurante, e o prato predileto da dupla sempre foi o filé à parmegiana. “Como no restaurante desde 2010, mas comecei a trabalhar em Delmiro Gouveia e quando retornei ao restaurante vi que o chef estava sozinho. Acredito que foi um chamado, e resolvemos investir na boa gastronomia da casa”, conta  Rafael, feliz com o novo rumo em sua vida.

Bisteca de porco com feijão caseiro com legumes, charque e calabresa, legumes cozidos, salada crua

Como Naquele  Tempo, os pratos são estilos Prato Feito chique, bem apresentado, e porção ideal para uma pessoa matar a saudade da comida de mãe.

Como Naquele Tempo agora com o charme da Patrícia

Como Naquele Tempo

Preços de R$ 12,00 até R$ 18,00/ Tem pratos a la carte e buffet/ Aceita cartão de débito

Funciona de segunda a sábado, domingo fecha, das 11h30 às 15h00

Rua do Uruguai, 142, Poço – Telefone: 98887.3415/ 99651.8762

Como Naquele Tempo agora mais lindinho

Bife a rolê, o melhor de Alagoas no restaurante Como Naquele Tempo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

«

»

7 comentários
  • Júlio Camerino
    3 anos Atrás

    Eu e minha esposa conhecemos o restaurante em 2012. Adoramos a comida e o ambiente rústico e de muito bom gosto! Agora descobri que o amigo Rafael e sua esposa se tornaram sócios do simpático restaurante, em breve voltaremos lá para provar essas delícias.

  • Antonio
    3 anos Atrás

    Nide, vou deixar uma sugestão a vc:
    Quando fizer as matérias, coloque sempre no final uma foto da fachada do estabelecimento, para um melhor reconhecimento do local.
    Seu blog é lido por muita gente que não conhece direito Maceió.
    Facilitaria muito a localização.
    Obrigado.

    • Nide Lins
      3 anos Atrás
      AUTOR

      Pra semana seguirei sua dica. Porque está semana já tirei todas as fotos. Grata pela sugestão

  • Genycélia Nascimento
    3 anos Atrás

    Neide, gosto muito do seu blog. Através dele conheci muitos lugares e redescobri outros, como o ” Como Naquele Tempo”. Que surpresa maravilhosa, trabalhei em Jaraguá em 2010 e conheci esse lugar encantador…a comida de lá era simplesmente maravilhosa, já passei algumas vezes pela porta de carro, mas não conseguia definir se ainda funcionava ou não.
    Mas com esse Post vou voltar e apresentar a meu marido, pois sempre falava que ele precisava conhecer.

    • Nide Lins
      3 anos Atrás
      AUTOR

      Grata. Bjs

  • Magnólia Ferreira
    3 anos Atrás

    Bom Dia Nide! gosto muito das suas dicas, já conheci algumas botecos e restaurantes seguindo as suas dicas. Gentileza dê um ponto de referência desse restaurante.

    Bjs

    • Nide Lins
      3 anos Atrás
      AUTOR

      Boa tarde Eu sou péssima para explicar. Mas vou tentar, por traz da Capitanias do Porto, tem uma galeria de esquina, e logo vc vê uma arvore,única, logo na porta do restaurante. Passando pelo Sesc Poço,rumo a praia da Avenida,Rua Uruguai

Comentários desse post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-me no Instagram

Instagram did not return a 200.